Lisboa – O vice-Presidente da República cessante, Bornito de Sousa Baltazar Diogo, 68 anos, revela-se indeciso se deve ou não tomar posse nos próximos dias como deputado a Assembleia Nacional.

Fonte: Club-k.net

A indefinição que lhe é atribuída, tem como pano de fundo a eventuais clivagens entre o seu futuro estatuto institucional de antigo Vice-PR, assegurado por lei, e o novo de membro de membro do parlamento.

 

Em 2017, o seu antecessor Manuel Domingos Vicente, optou por entrar para o parlamento como refugio de eventuais perturbações por parte da justiça. Bornito de Sousa não enfrenta problemas judiciais, mas de acordo com fontes do Club-K, o pensamento que lhe é identificado, é de que ao entrar para o parlamento pode também “ofuscar” o seu prestigio institucional e pessoal como antigo Vice-Presidente do país.

 

Revela-se favorável, para abraçar projectos como a condução de uma fundação própria vocacionada a projectos ligados a área social como a educação. Paralelamente, há correntes do MPLA que entendem que deveria ser proposto para chefiar a Fundação Sagrada Esperança, um dos braços filantrópicos do partido no poder.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: