Luanda - Elementos não identificados entraram na residência do jornalista da Rádio Despertar Cláudio Emanuel Pinto, na centralidade do Kilamba (KK 5000), agrediram e fizeram vários cortes nos braços da mulher, deixando-a em estado de choque em frente ao filho de um ano, naquilo que está a ser visto como uma pressão para silenciar o repórter, conhecido pela sua frontalidade a criticar o Governo do MPLA.


Fonte: NJ

Agridem a esposa em frente ao filho e deixam ameaça


Os supostos marginais desarrumaram a residência e deixaram um papel escrito dirigido ao jornalista pelo nome de King, como também é conhecido: "King, Aviso". O Serviço de Investigação Criminal (SIC) disse ao Novo Jornal que já está a investigar o caso.


Está e a segunda invasão ao apartamento do jornalista e apresentador do programa "IN", um dos programas mais ouvidos da Rádio Despertar em menos de uma semana.


Ao Novo Jornal, Cláudio Emanuel Pinto "Cláudio In, também conhecido como o "King" disse estar a ser vítima de perseguição política.


"Fui alvo de um ataque cobarde. Entraram na minha casa e agrediram a minha esposa e fizeram 16 cortes nos seus braços (ver foto) perante o meu filho de apenas um ano", disse, preocupado, o jornalista.


Cláudio Emanuel Pinto contou que para além da agressão, os supostos marginais desarrumaram o seu apartamento e deixaram um aviso escrito num papel: "King, Aviso".


O jornalista contou que na noite da passada quarta-feira, 14, durante o período em que se encontrava ausente, dois indivíduos, munidos de armas de fogo, aproximaram-se do apartamento e forçaram a entrada.


"O pior só não aconteceu, porque um vizinho apareceu justamente naquele momento e os elementos puseram-se em fuga", explicou.


Sobre esta ocorrência, o Novo Jornal soube junto do SIC- Luanda que as investigações estão a ser conduzidas para a localização dos supostos marginais.


"Tomamos conhecimento e os nossos operativos já estão no terreno. Não lhe posso dar mais detalhes, estamos a investigar", disse uma fonte do SIC- Luanda.


Cláudio Emanuel Pinto "Cláudio In", para além de jornalista e apresentador da Rádio Despertar, tida como próxima da UNITA, é também um forte crítico da forma como o MPLA governa o País nos últimos anos.


O mesmo desconfia que "está perante uma forma de intimidação à família" para o silenciar.

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: