Luanda - O Sindicato de Pilotos de Linha Aérea (SPLA) de Angola marcou para a próxima sexta-feira, 7, o início de uma greve cuja témino se desconhece.

Fonte: VOA

A informação foi avançada neste sábado, 1, pela Administração da companhia aérea angolana TAAG que acredita poder evitar a paralisação em virtude de encontros marcados com o SPLA na próxima semana.

Sobre a mesa de negociações está o caderno reivindicativo entregue pelo sindicato a 20 de Julho.


Desde então, diz a TAAG, têm sido “realizados encontros nos quais a companhia apresentou diversas propostas de resolução, devidamente enquadradas na sua realidade financeira, com o firme objectivo de acomodar as solicitações da classe”.

Sem dar detalhes sobre as divergências entre as partes, a Administração da TAAG avança que, com o foco na “prestação de serviços com a qualidade adequada à expectativa dos nossos clientes”, criou um plano de contingência que “vai permitir realizar os voos escalados para o período de greve”.

A nota diz que também foram reagendados todos os voos internacionais e domésticos previstos para o dia 7 de Outubro.

O SPLA não se pronunciou sobre a greve.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: