Lisboa – O novo governador provincial de Malanje, Marcos Alexandre Nhunga nomeou no passado dia 30 de setembro, Paulo Luemba para exercer o cargo de director do seu gabinete, e José Sebastião Pedro como director adjunto.

Fonte: Club-k.net

MARCOS NHUNGA  PERDOA QUADROS  IMPLICADOS EM CORRUPÇÃO

De acordo com pesquisas, o novo diretor de gabinete, já havia exercido o mesmo cargo na província de Cabinda, mas fora afastado em 2020, depois de ter sido detido pelo SIC, por crimes de peculato. Paulo Luemba que também já exerceu funções de inspector-geral do governo de Cabinda, foi acusado pela PGR por suspeitas de ter tido beneficio próprio de coisa pública.

 

No seguimento da transferência de Marcos Alexandre Nhunga para província Malanje, este novo governador não só Paulo Luemba, como também o levou para as terras de Pungo Andongo, nomeando-o para o mesmo cargo que fez com que fosse detido em Cabinda, há dois anos.

 

O MPLA, partido na qual Marcos Alexandre Nhunga integra o seu Bureau Político, predispôs -se desde 2017, a levar a cabo um combate contra a corrupção em Angola, embora tenham surgido relatos de que o vários quadros que andaram a responder junto a justiça, tem beneficiado de perdão e promoção no aparelho do Estado.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: