Luanda - Em que é que estou a pensar? esse Facebook gosta de assunto, estou a pensar (risos)... pensando na: banalização das instituições ou o fracasso do sistema?


Advinha de que país se trata: há um ano sensivelmente um Presidente de um Tribunal Superior foi “escorraçado a seu pedido", não sem antes os escribas de serviço terem feito inserir no texto constitucional uma cláusula limitativa de idade para o exercício de funções de 70 anos, entretanto lá mesmo onde se “escorraçou” o Mr. Presidente figura outros tantos que têm 70 anos e ninguém se incomoda com isso?!

 

 

Entretanto um Conselho Superior de uma tal Magistratura, órgão administrativo e com prerrogativas de gestão administrativa e financeiras inseridas pelos seus integrantes na Reforma Pontual duma Carta, que se diz Magna, “deliberou administrativamente” que uma lei, por sinal nova, que rege a tal magistratura continha uma norma inconstitucional por isso mesmo, ex officio, o órgão administrativo, decidiu não aplicar a norma e ninguém diz nada e por isso aproveitou a oportunidade para suspender um Conselheiro por uma entrevista dada há sete meses atrás num canal do Youtube – e ninguém se importa? – na ocasião para “juntar o útil ao desagradável” deliberou igualmente que um oficial de justiça que faz publicações de excertos do seu livro no Facebook deve ser banido das suas funções por dizer a verdade de forma muito descarada – e ninguém se importa com isso também? -, daqui a pouco, porque é Novembro e, no Conselho Superior ao lado deve haver eleições, não estranha que imitando o Conselho Homologo decidam eles também desaplicar o seu próprio Estatuto que impõe uma cláusula de 65 anos como idade limite para o exercício de funções e daí, porque "inconstitucional", achem por bem reconduzir o Titular do órgão que já passa dos 65 anos de idade apenas por apetecer que assim seja! Alguém consegue adivinhar que república é esta?

 

Como escreveu um dia um honrado cidadão, “o nosso azar é mesmo a falta de sorte”! e outro ainda “tantos Drs. para nada, esse país, por amor de Deus”!

Benja Satula



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: