Ilha do Cabo/Luanda -  Elías Diakimuezo, o “Rei” da Música Popular Angolana, comemorou no passado dia 26 de Março num restaurante da Ilha de Luanda, o seu 74o aniversário natalício e os seus 54 anos de carreira musical.


Fonte: Club-k.net

O “Rei” fez 74 anos de idade

Acompanhado da família, inclusive netos, o “Rei” Elias mostrava-se impaciente pois já passava  da 1:00 hora da manhã e ainda não lhe haviam dado “luz verde” para fazer o que ele melhor sabe fazer: cantar e animar.


Quando por volta da 1:30 soou a voz do apresentador anunciando a presença em palco do “homem da noite”, o restaurante Majocal foi pequeno para receber a presença ilustres convidados, amigos e público em geral apreciadores da boa música nacional, emprestando seu carinho, admiração e apreço ao ilustre aniversariante.

 

Diakimuezu, no seu estilo característico, interpretou, encantou e fez lagrimar o auditório quando interpretou números melancólicos tal como o “Mama kudile ngó, eme muene ngui monê” acompanhado do principio ao fim pelo auditório dançante brindados com os quitutes da terra.

Nem mesmo José  Demba Taivah (foto), DJ angolano residente na Alemanha há quase 2 décadas, resistiu ao valioso convite daquele que, apesar de não ter coroa, continua a ostentar o importante título de “Rei” da Música Popular Angolana.


O Majocal, é um restaurante que muito tem contribuído para a divulgação da música principalmente popular  angolana, realizando de 15 em 15 dias um convício com a participação de um nome, geralmente muito soante da música angolana. Opor lá já passaram entre outros, Dom Caetano, Zé Cax, Eduardo Paím, Sam Magwana bem como Bandas musicais tal como é o caso da Banda Chamavo.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: