Abuja - O Ministro de Estado para os Recursos Petrolíferos da Nigéria, Timipre Marlin SYLVA, recebeu nesta Quinta-feira em audiência, o Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário de Angola, Eustáquio Januário QUIBATO.

Fonte: MIREX

As duas entidades discutiram formas de se encurtar burocracias na implementação de projectos conjuntos no domínio de hidrocarbonetos e das propostas de intenções de empresários nigerianos investirem em Angola nos sectores de petróleos e minas.

 

A mesma agenda de preocupações já havia sido abordado no ano passado em Luanda entre o Ministro dos Petróleos e Recursos Minerais, Diamantino de AZEVEDO e o Embaixador de Angola na República Federal da Nigéria, Eustáquio Januário QUIBATO.

 

SYLVA e QUIBATO, mostraram-se preocupados com a inércia existentes entre os dois gigantes do petróleo na África Subsariana no desenvolvimento de projectos conjuntos nos sectores dos petróleos e industrias petroquímicas.


As duas entidades defenderam uma cooperação mais agressiva entre os dois países.

 

O Embaixador Eustáquio Quibato, em fim de missão, aproveitou a ocasião para agradecer a colaboração sempre disponível e despedir-se do Ministro de Estado para os Recursos Petrolíferos Timipre Marlin SYLVA.

 

Em recente digressão pelos países de cobertura regional, o Embaixador Eustáquio Quibato, também foi recebido em audiência pelos Presidentes Mohamed BANZHOU do Níger e Patrice TALON do Benin aos quais expressou gratidão pela cooperação prestada durante o seu mandato de oito anos na região.


PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO

Angola e a Nigéria cooperam desde os primórdios da Luta de Libertação Nacional.


Depois da independência de Angola, o Presidente Agostinho Neto deslocou-se a Nigéria para agradecer o Presidente Olusengu Obasanjo pelo apoio prestado à Luta Armada dos angolanos e foi distinguido com o títiulo Doutor Honnoris Causa pela Universidade de Lagos.


Em Maio de 2019, os ministros das relações exteriores dos dois países, Geoffrey ONYEAMA e Manuel AUGUSTO, expressaram a necessidade de se aprofundar a cooperação nas áreas política, socioeconómica e cultural, bem como melhorar a Agenda de Desenvolvimento dos respectivos países e do Continente Africano.


Concordaram em alargar o espectro da colaboração entre os dois países e aumentar a cooperação nos domínios do comércio, investimento, petróleo e gás, bem como acompanhar a implementação do Memorando de Entendimento sobre o Acordo Bilateral do Espaço Aéreo (BASA), assinado entre a Nigéria e Angola.

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: