Luanda - O Presidente da República decretou, nos termos da alínea d), do artigo 122º, e do nº 4, do artigo 125º, ambos da Constituição da República de Angola, conjugados com as alíneas c) do n.º 2, do artigo 9º, da Lei n.º 2/93, de 26 de Março- Lei de Defesa Nacional e das Forças Armadas, ouvido o Conselho de Segurança Nacional, a nomeação dos oficiais generais e almirantes abaixo designados:

Fonte: Presidencia

a) General Gouveia João de Sá Miranda, para o cargo de inspector-geral de Defesa Nacional;

b) Brigadeiro Manuel Jorge da Conceição, para o cargo de inspector superior para Telecomunicações e Tecnologias de Informação da Inspecção Geral de Defesa Nacional;

c) Brigadeiro Manuel Luís, para o cargo de inspector superior para Operações, Prontidão Combativa, Gestão e Análise de Informação da Inspecção Geral de Defesa Nacional;

d) Brigadeiro Francisco Daniel, para o cargo de director do Gabinete do secretário de Estado para a Política de Defesa;

e) Brigadeiro Francisco Kambiete, para o cargo de director nacional de Telecomunicações e Sistemas de Informação do Ministério da Defesa Nacional, Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria;

f) Contra-Almirante Domingos de Jesus Pacavira, para o cargo de adido de Defesa da República de Angola na Federação da Rússia;

g) Contra-Almirante Pedro Cláver Ilídio Tchalimba, para o cargo de Inspector Superior para Logística da Inspecção Geral de Defesa Nacional;

h) Contra-Almirante Odília da Conceição Custódio Vieira Lopes, para o cargo de Inspectora Superior para Saúde e Segurança Ambiente da Inspecção-Geral da Defesa Nacional.

Entretanto, o Chefe de Estado, João Lourenço, delegou poderes ao ministro da Defesa Nacional, Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, para conferir posse aos Oficiais ora nomeados

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: