Alemanha - É bastante comovente para qualquer pessoa sensível,escrever ou mesmo ler,coisas tão dramáticas como estas que carregam,uma  carga emocional tão grande.


Fonte: vozlivre-online.com


Mas não  vale pena me xingarem nem xinguilarem,porque são factos reais o que retrato neste texto que escrevo,com lágrimas no rosto. Nâo estou a escrever neste momento ainda, tudo que sei, sobre os crimes militares  que conheço, e nem muito menos sobre aquelas mulheres" bonitas",que antes foram utilizadas e violadas por oficias militares do exercito,quando esses retomavam o controle de uma determinada povoação,antes nas mãos do dito cujo,tratado por  " inimigo ".

 

Nem muito menos ainda, sobre aqueles rituais atrozes realizados por militares,sobre aquelas mulheres congolesas e angolanas,presas e violadas,quando encontradas a trabalhar no garimpo na Lunda Norte ( região rica em diamantes ).

 

Documentos revelam que foram violadas dezenas de mulheres,e tais violações eram  exercidas por militares, que ocorriam sempre, como se de coisas normais se tratassem,no periódo entre a detenção das mesmas, tidas como ilegais e a sua deportação.  Chegando, algumas dessas mulheres  a serem mortas dado a brutalidade das agressões á que eram sujeitas.

 

Na província do Kasai Oeste,por exemplo os militares chegavam pela calada da noite,armados até aos dentes, e logo, portas e janelas voavam de um lado para o outro, cercando bairros inteiros,prendendo homens,mulheres e crianças. E enquanto outras eram violadas ,muitas vezes aos olhos de seus próprios filhos,outros militares submetiam uma parte delas ás inspeçôes anais e vaginais,na busca de diamantes escondido. Testemunhos falam de homens terem sido forçados a trabalhar ou juntarem-se ao exercito e os que rejeitavam eram simplesmente executados.

 

Algumas dessas nossas irmãs e compatriotas,quando então deprimidas ,acabavam mesmo por suicidarem-se,enquanto outras quando não conformadas estritamente com os costumes e os apetites sexuais de seus carrascos,eram ameaçadas de morte. E esse tempo,não era aquele , que alguns  diziam ser de guerra . As  guerra já tinham passado,deixando sua triste mancha na memória de muitos que atentamente,foram mantendo os olhos abertos para registar as páginas negras  das guerras em Angola.


 Infelizmente,quase nada se fala sobre isto,como se vivêssemos hoje, as mil maravilhas do momento actual ,com a certeza de um dia haver justiça e punição de certa gente cheia de crime escondido em sua consciência.


Mais esses abusos sexuais,principalmente de adolescentes,continuam sendo um crime impune e um drama que se repete quase diariamente em Angola. Temos adolescentes que vivem e crescem com pânico,toda vez que vê um homem civil ou militar á sua porta de casa.


A lembrança ,daqueles momentos vividos por suas manas ou mamas, em que, com ou sem vontade, tinham que se meter por debaixo de um homem armado até aos dentes para satisfação das suas paranoías sexuais. Sobre este assunto e os nomes de alguns criminosos,estamos preparando, uma lista para divulgação e enquanto isto,vamos ao drama de Nelas.

 

DRAMA DE NELAS & SEU GRITO DE SOCORRO

 
 
A cultura da impunidade na nossa terra,faz com que alguns mandões,se sintam como peixe na água,nadando para onde querem e continuando a fazendo das suas.  Nelas é uma jovem que preserva o rosto de uma mulher vítima de sevícias ,perseguições e violacôes sexuais,desde vários anos.  
Por parte de um antigo empresário,hoje supostamente  deputado do MPLA, pelo circulo de Malange de nome ( Monteiro Pinto Capunga )
 


Além de pânico e medo de conviver com seu agressor e carrasco,Nelas vive forçada e ameaçada em praticar sexo de todo tipo,com um homem que nunca amou. Quando,Nelas depois de mais de 5 anos de uma relação forçada,com um  senhor que poderia ser quase seu pai,dado os 30 anos de diferença entre os dois,resolveu amigavelmente terminar com a relaçâo procurando desta forma, dar um rumo diferente a sua vida.
 


Dai,começou a desgraça de Nelas que nunca mais teve fim,acabando por viver os piores momentos de sua vida como ser humano,até aos dias de hoje. Humilhada de todas as maneiras o arrogante deputado não se cansa em ameaçá-la ,frequentemente de morte, e desde então ,nunca passou de um mero objecto de prazer para o senhor,que afirma orgulhosamente, de nariz no ar:
 


(as mulheres foram feitas simplesmente para abrir ás pernas aos homens.)


 
Pinto Monteiro Capunga,além de ser considerado um dos  homem mais rico da cidade de Malanje , como deputado e pessoa temida parece ser gente graúda demais para ser arrastado á justiça,enquanto a jovem Nelas continua abrindo as pernas muitas vezes até esbofeteada e pontapeada como uma bola.
 


Pinto M.Capunga é conhecido como frequentador do palácio presidencial,por ocasiões festivas,alturas em que faz as distribuições de cabazes de Natal ,ao presidente da republica e sua família,segundo pessoas próximas ao mesmo.


 
O mesmo nunca se cansou em afirmar:

 

Se o MPLA ganhou com maioria absoluta em Malanje,graças ás suas manobras,como dimanizador do processo eleitoral naquela cidade. Sempre que organiza festas é notório a presença do presidente da republica e sua família ,como convidados de honra e fala-se de que o mesmo tem uma relaçâo especial com a Vanda uma das irmãs da primeira dama.  Dai talvez,sentir-se avontade e protegido pelos donos do poder



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: