Lisboa – Foram temporariamente  suspensas as verbas mensais de 5 milhões de dólares  destinadas as administrações  municipais em Angola. A medida obedece a uma orientação do Tribunal de Contas  que detectou  anomalia na gestão destes fundos, razão pela qual as mesmas terão apenas recebido uma única vez esta verba.


Fonte: Club-k.net


No sentido de imprimir maior rigor, as administrações receberam, no ultimo mês de Março “apenas”,  um terço do  valor em referencia.


As administrações municipais  sobrevivem de fundos próprios através de arrecadações de multas,  impostos nos mercados municipais, e  dinheiros obtidos dos serviços administrativos das secções comunais como  cobranças dos atestados de residência e outros documentos.  Certa de 10% destes valores da sua auto suficiência  vão para as contas da administração enquanto que a outra parte é canalizada para o  ministério das finanças/OGE.


A pouco, menos de dois anos, as autoridades angolanas aprovaram um decreto determinando que cada administração municipal passasse  a beneficiar cerca de 5 milhões de dólares provenientes  do Orçamento Geral do Estado (OGE).



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: