Lisboa - O secretário de Estado da Construção de Angola, José Joanes André, afirma que o Governo angolano tem em marcha uma estratégia para que a economia não esteja assente apenas na exploração petrolífera.


Fonte: Diário Digital / Lusa


"Está a diversificar-se o investimento em Angola", afirmou à Lusa o secretário de Estado, salientando que o objectivo da estratégia que o Governo tem em marcha é "que a economia não assente só na exploração petrolífera".


O secretário de Estado falava à Lusa à margem do workshop "Mercado Angola", que decorre em Lisboa no âmbito da Tektónica - Feira Internacional de Construção e Obras Públicas.


No âmbito desta estratégia de diversificação, José Joanes André sublinhou o facto de no ano passado terem sido aprovados 618 projectos do sector não petrolífero, que representam um investimento de 1,8 mil milhões de dólares (1,4 mil milhões de euros, à taxa de câmbio actual).


Questionado sobre as dívidas do Estado angolano às empresas de construção, o secretário de Estado afirmou que estas vão começar a ser pagas, salientando que algumas empresas já estão a receber os pagamentos. José Joanes André salientou o facto de "as obras nunca terem paralisado na totalidade" devido aos pagamentos em atraso. O secretário de Estado qualificou Angola como "um mercado de futuro, de confiança e de paz".



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: