Lisboa - O semanário Angolense e o Jornal A Capital, publicações que passaram a ter novos donos,  vão manter com a mesma linha, conforme garantia dos “novos donos”, embora pedem que atenuem quanto aos  “ataques”  a imagem do PR.


Fonte: Club-k.net


Esta garantia foi dada em reuniões separadas, realizada esta terça -feira, com os jornalistas das referidas redações, em que visou focar  perspectivas  das melhorias das condições salariais e de trabalho que, os mesmos  passarão a ter.


Ambas as publicações saem as ruas no próximo fim de semana com novas direcções. O Jornal A Capital passara a ter como director, José dos Santos João em substituição de Francisco Tandala que se dedicara a trabalhos na Endiama (Tem a antiga  ambição de prosseguir aos estudos). O SA, terá Severino Carlos como DG e  Silva Candembo, que  ira se  manter como DG adjunto. O Ex- DG, Graça  Campos continuará a dar o seu contributo embora numa escala menor em detrimento de outros trabalhos que lhe merecem  atenção.


As informações quanto aos novos donos  são ainda imprecisas, o Africa Monitor Inteligence cita na sua última edição que “Uma empresa apresentada como Media Investments, supostamente ligada ao Gen M H Vieira Dias “Kopelipa”, comprou, na totalidade, o Semanário Angolense e A Capital e tomou 40% do capital do Novo Jornal, neste caso por cedência de parte da participação da ESCOM.”

 

Diz ainda o boletim que “As três publicações estavam ultimamente a passar por dificuldades” e que no “ No conjunto, as aquisições terão atingido o valor de USD 15 milhões.”



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: