Lisboa - As autoridades angolanas levam a cabo a um processo de reabilitação e modernização da TEXTANG II. Para o efeito, o  Ministério da Indústria criou/nomeou recentemente uma  comissão dinamizadora, para representar o IDIA - Instituto de Desenvolvimento Industrial de Angola junto da empresa controlada.


Fonte: Club-k.net


A TEXTANG II  foi, no passado,  uma empresa de referencia em Angola e que nas ultimas décadas  ficou prejudicada pelo seu passivo. 


De lembrar  que as  suas instalações acolhe  uma  unidade de produção, afecta a Casa Militar da Presidência da Republica,    que fabrica  fardamento , botas e outros derivantes  para a armada e policia. Tem cerca  de 800 trabalhadores.  O seu  director  é Artur Luís Tombia um quadro, formado na ex-URSS,  que depende  da Casa Militar e com aceitação  junto de figuras do regime. (Goza do reconhecimento do general “Kopelipa” e do  PGR, João Maria).



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: