Luanda - O líder do Conselho Provincial da Juventude de Luanda, Alberto Dala “Baduna” enalteceu a iniciativa do departamento da Juventude da Igreja Fé Apostólica, que no domingo, 26 de Maio, lançou o projecto denominado “aprender para empreender”, no bairro Gamek à Direita, Distrito Urbano da Samba, em Luanda.

Fonte: Club-K.net

De acordo com a organização, o projecto visa incentivar a formação profissional e académica no seio dos membros da Igreja Fé Apostólica, da sua juventude e da juventude e da comunidade em geral.

 

O secretário executivo do CPJ foi uma das figuras convidadas ao evento, ao tomar a palavra, Agradeceu o convite formulado e parabenizou a direção da Juventude que através da Direção Central da Igreja teve a iniciativa deste grande projeto que poderá ajudar milhares de jovens desta denominação religiosa e não só, tendo garantido o apoio naquilo que for necessário com vista ao andamento do referido projecto, bem como “trabalhar juntos desta juventude na procura de resolução dos seus problemas”.

 

Alguns dos governantes presentes foram “unânimes” em manifestar o apoio à iniciativa da Igreja Fé Apostólica, no sentido de se poder unir sinergia entre o Estado e a igreja, no sentido de dar resposta às necessidades acadêmicas e profissionais dos cidadãos.

 

A cerimónia foi orientada pelo secretário provincial da referida congregação cristã, reverendo Paulo Kapitango e foi testemunhado igualmente por Maria Luísa Padeiro, administradora do Distrito Urbano da Samba, Gabriel Félix, responsável dos assuntos religiosos do Distrito da Samba, José Nelson Braz, administrador adjunto para o sector económico do Distrito Urbano de Hoji-ya-Henda e Paulino Kangoma, director geral-adjunto do INAGBE.

 

Estiveram também presentes no acto António Armando Ndavoca, director do Centro de emprego do Cazenga, Venâncio da Silva, secretário Provincial do Conselho da Sociedade Civil, Francisco Joaquim, membro do Departamento de supervisão Nacional do INEFOP e Ana Celeste, quadro do Ministério do Planeamento e madrinha do Projecto “aprender para empreender”.