Lisboa - Maria Etelvina, directora da escola nº1001 no Município da Samba é acusada de ter agredido fisicamente  no passado dia 29 de Junho, o guarda da mesma escola, Francisco Nhanga  por este ter se ausentado para ir comprar pão para saciar a fome.


Fonte: Club-k.net

 

De regresso o mesmo foi alertado pelas empregadas de limpeza que a directora estava a sua procura ao que levou o mesmo a dirigir ao gabinete para informar a razão da sua ausência. Testemunhas que reletam o caso, detalham que a  Directora não se fez esperar e desferiu uma bofetada na cara do guarda.


“É de facto deplorável a atitude da senhora Directora, hoje é o guarda amanha eventualmente poder ser um professor (a). Esperemos que situação do gênero não volte acontecer.” Apela uma fonte que acompanhou o assunto.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: