Brasil - Domingos da Cruz proferiu uma conferencia sobre Mídia e Direitos Humanos na Universidade Federal de João Pessoa. A conferência foi realizada no âmbito do Trigésimo Primeiro Congresso Nacional de Estudantes de Comunicação do Brasil.


Fonte: Club-k.net


De acordo com a fonte que tivemos acesso, o convite para proferir a conferência lhe foi formulado porque está a trabalhar a sete meses numa investigação sobre mídia, democracia, poder e direitos humanos.

 

“O mundo está mergulhado na época da panmediatização, a mídia faz parte do modo de viver do homem actual. Esta é a época em que a mídia elastifica a comunicabilidade em todos os lugares e ao mesmo tempo em lugar nenhum, por isso não podemos deixar de estabelecer relação entre mídia e Direitos Humanos”, frisou o palestrante.

 

Na sua dissertação, o conferencista defendeu que a história da mídia se confunde com a história dos Direitos Humanos. Para sustentar a sua tese citou exemplos históricos de relação entre Comunicação de Massa e Direitos Humanos como a inquisição, o índex, o clássico discurso conhecido como areopagítica proferido por John Milton em 1644 no parlamento Inglês.

 

“Existem duas leituras antagônicas referentes a mídia. Para alguns estudiosos ela promove os Direitos Humanos e para outros ela os viola”, afirmou Domingos da Cruz.

 

Ainda de acordo com o palestrante a mídia pode contribuir para a promoção dos Direitos Humanos como a educação (educomunicação que se manifesta nas Tecnologias de Comunicação e informação), segurança pública,  a saúde (telemedicina), promoção de minorias,  ciberactivismo, liberdade de expressão, direito à comunicação, etc. O palestrante afirmou também que “ao mesmo tempo em que pode contribuir para a promoção dos Direitos Humanos também pode auxiliar para a sua violação como nas ditaduras, nas duas guerras mundiais, no genocídio do Ruanda de 94,  no nazismo, na relação de poder hegemônico entre o Ocidente e a periferia do mundo, no crime da rede mundial de computadores”. 


Finalmente defendeu a democratização da grande mídia, a ética na comunicação  e a promoção da mídia comunitária e alternativa. Assistiram a conferência estudantes de todo o pais das ciências de comunicação e doutros cursos.

 

Outras comunicações foram proferidas noutros painéis como  Comunicação e Religião, Mídia e indústrias culturais, mídia e saúde, geopolítica e geoeconomia da mídia, etc.

 

Nos últimos seis meses Domingos da Cruz participa de grupos de investigação da Universidade Federal da Paraíba(UFPB) sobre retórica e direitos humanos, Segurança pública, violência e Direitos Humanos.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: