Lisboa - Os filhos  do presidente José Eduardo dos Santos (com realce aos  rapazes) revelam certa inclinação para cursos ligados ao epicentro da  engenharia, a semelhança do pai que se formou em  petróleos na Rússia.  Todos eles estão destinados a materializar esta inclinação  em universidades britânicas.


Fonte: Club-k.net

O exemplo dos filhos do PR

Joess Gourgel dos Santos esta a estudar arquitectura na  Oxford Brookes University na Inglaterra devendo terminar o curso em 2011.  Eduane  dos Santos, o mais velho, do  casamento com a primeira dama, Ana Paula dos Santos,   manifesta  a pretensão em seguir também o curso de  arquitectura. Até, ao ano passado, Eduane  estudou na  escola portuguesa de Luanda. No inicio do presente ano foi enviado para Inglaterra tendo sido  admitido  no prestigiado   Brooke House College, para se familiarizar com o ensino britânico.

 


De todos os filhos de JES,  o primeiro a manifestar  inclinação pela  área de engenharia é Zenu dos Santos, o filho mais velho dos rapazes. Zenu  licenciou-se em  engenharia  eletrônica na Inglaterra.

 

José Paulino dos Santos “Zedu”  é a única excepção que se formou numa área fora do cerco das matemáticas e físicas. Estudou administração em comunicação social pela Universidade de New Orleans nos Estados Unidos da America. Esta, neste momento,  inscrito  no Instituto superior britânico,  Trinity Laban,  a fim de concluir uma pós-graduação em dança e teatro.

 

Acompanhamento do  casal presidencial na educação dos filhos

 

A aplicação dos filhos do PR em estarem academicamente formados é, visto como,  um desígnio reflectido, em princípios que o casal presidencial transmite aos mesmos. A primeira-dama, Ana Paula dos Santos é identificada como uma das impulsionadoras  que acompanha de perto  a educação acadêmica dos mais novos. No ano passado houve reunião dos encarregados de educação,   na escola portuguesa de Luanda, onde estudava o filho  Danilo dos Santos e a mesma fez-se presente na reunião. (Outras esposas de dirigentes do regime  enviaram as babas/empregadas).



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: