Luanda - A polícia Nacional teve já acesso as imagens do assalto a agência do Banco Africano de Investimento (BAI), na marginal de Luanda.


Fonte: TPA & Angop

De acordo com fontes polícias, citando a gerência do BAI, o acusado dirigiu-se ao balcão para trocar moeda de menor valor facial por outras de maior valor e, foi atendido por um tesoureiro que o levou até a caixa forte para efectuar a operação.


Segundo ainda a mesma fonte, foi neste momento em que o indivíduo anunciou o assalto. Para Policia, houve negligência por parte dos seguranças e com a própria gerência do Banco.


Entretanto, o Banco Africano de Investimento está a avaliar o nível de prejuízos decorrentes do assalto que aconteceu.


“A Polícia Nacional está a desenvolver o seu trabalho com objectivo de apurar os factos e identificar os culpados”, diz um documento daquela instituição bancária.


“No intuito de contribuir para o eficaz trabalho policial, o BAI envidará todos os esforços para o necessário equilíbrio entre a informação a prestar e o sigilo profissional que exige num caso desta natureza”, explica o documento.


BAI avalia prejuízos decorrentes do assalto

O Banco Africano de Investimento (BAI) está a avaliar o nível de prejuízos decorrentes do assalto que aconteceu, nesta quinta-feira, na sua agência da
marginal, em Luanda.


Segundo uma nota da instituição, que Angop teve acesso, o BAI leva ao conhecimento da opinião pública que a sua agência foi assaltada nas horas normais e que as investigações necessárias para se apurar a verdade estão a ser envidadas.


“A Polícia Nacional está a desenvolver o seu trabalho com objectivo de apurar os factos e identificar os culpados”, acrescenta.


O documento informa que o assalto ocorreu sem disparo de armas de fogo e não houve vítimas.


“No intuito de contribuir para o eficaz trabalho policial, o BAI envidará todos os esforços para o necessário equilíbrio entre a informação a prestar e o sigilo profissional que exige num caso desta natureza”, explica o documento.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: