Luanda - A simples análise comparativa dos dois textos ao lado, ou a hermenêutica semântica dos seus conteúdos, induz-nos a uma relação intrínseca entre a profecia pronunciada na África do Sul e o seu cumprimento no espaço Egipto e no tempo, isto é, pelos 30 anos que medeiam as palavras de A. P. J. van Rensburg (Nos Anos 80) e as dos mais de 5.000 Escritores Afro-Asiáticos, que, no passado 30 de Agosto, distinguiram o Presidente José Eduardo dos Santos com um prémio pelo Seu importante papel na libertação e para o desenvolvimento de África, dois dias após o seu 68º Aniversário Natalício.


Fonte: JA



Os dois textos têm palavras nevrálgicas que engrandecem a Pessoa a que se destinam. Na verdade, pode-se estabelecer, com naturalidade, o seguinte paralelismo entre os dois textos pelos vocábulos ou expressões comuns:



– África e Mankind por Rensburg e African Continent e Humanity pelos Escritores Afro-Asiáticos;


– Achievements 1 vez por Rensburg e 2 vezes Achievements pelos Escritores Afro-Asiáticos, embora no primeiro traduzido por êxitos e no segundo por realizações;


– Personalities (personalidades), policies (políticas), ability (habilidades) e influence (influência) em Rensburg, que se revelam nas struggles and immense difficulties (lutas e dificuldades), também referidas pelos Escritores Afro-Asiáticos, that Your Excellency had to overcome in order to reach peace, safeguard the territorial integrity and reunite the whole Angolan people - que Vossa Excelência – (Insigne Aniversariante) – teve de vencer para alcançar a paz, salvaguardar a integridade territorial e reconciliar todo o povo Angolano (Ele é o Defensor do Povo e o Protector do Estado).



Na semana passada, falei pela boca de A. P. J. van Rensburg, hoje junto a minha voz aos mais de 5000 intelectuais Afro-Asiáticos que, no Egipto, pelas palavras, “thanks to Your efforts, Angola is scoring meaningful progress towards development - graças ao Vosso esforço, Angola está a registar um progresso significativo rumo ao desenvolvimento -, concretizaram a profecia de A. P. J. van Rensburg contida nesta sua curta frase: “This is the man on whom the immediate future of Angola rests – Este é o homem de quem depende o futuro imediato de Angola”.
…«Oculos habent, non vident – têm olhos, mas não vêem»…
Honra Aos Escritores Afro-Asiáticos!


Peço, entretanto, a clemência daqueles que verificaram que Alhaji Shehu Shagari é da Nigéria e não da Etiópia, como se vê na galeria fotográfica dos “15 homens que marcaram o destino de África”, como parte do meu artigo publicado pelo Jornal de Angola, a 27.08.2010.




Luanda, 4 de Setembro de 2010



A P J van Rensburg em 1981



…«However, since 1975, I have become convinced that not all the leaders of Africa play equally significant and decisive role in determining the destiny of Africa. Accordingly I decided to revise my previous introduction of the leaders of Africa by writing an entirely new book, but one restricted, though in broader terms that the previous one, to the fifteen leaders in the Africa of 1981 who have the ability through their personalities, policies, achievements and the influence of their countries to change the course not only of Africa’s history but of mankind as a whole.»... (Foreword i)


…«Porém, desde 1975, comecei a convencer-me de que nem todos os líderes africanos jogaram papéis significativos para definir os destinos do continente. Por esta razão, tive de rever as minhas abordagens anteriores, em conformidade e a respeito dos referidos líderes, escrevendo um livro completamente novo, embora em termos mais amplos que os precedentes, restringido a quinze líderes, da África de 1981, que tiveram, através da sua personalidade, da sua política, dos seus êxitos e da influência dos seus países, a habilidade de mudar o curso, não só da história de África, mas da história da humanidade, como um todo.»…

…«This is the man on whom the immediate future of Angola rests»…

…«Este é o homem de quem depende o futuro imediato de Angola»

…«Seen in this context, José Eduardo Dos Santos of Angola can be one of the architects to shape southern Africa’s destiny»…



…«Visto por este prisma, José Eduardo dos Santos de Angola pode ser considerado um dos arquitectos do destino político da África Austral.
(Meados de Fevereiro de 1981)» …

Escritores Afro-Asiáticos em 2010




Cairo, 28 de Agosto de 2010 (ANGOP)


– O Presidente José Eduardo dos Santos foi agraciado com um prémio instituído pela Associação dos Escritores Afro-Asiáticos, pela Sua figura de “grande líder da nação Angolana”. Tal ocorreu no Cairo, Egipto, numa cerimónia presenciada pelo embaixador Angolano acreditado neste país, Pedro Hendrik Vaal Neto, que recebeu o prémio. Este prémio, uma salva de prata banhada em ouro, foi entregue numa cerimónia presenciada por muitos escritores Afro-Asiáticos, por membros da sociedade civil Egípcia e pelo corpo diplomático Angolano acreditado neste país da África do norte.



CERTIFICATE (CERTIFICADO)




“Being aware of the great achievements carried out by Your Excellency, President Jose Eduardo dos Santos, that marked not only the Angolan State but the African Continent and the Humanity as well;
Cientes das grandes realizações levadas a cabo por Vossa Excelência, Presidente José Eduardo dos Santos, que marcaram não só o Estado Angolano mas o Continente Africano e de igual forma a Humanidade;
Aware of the struggles and immense difficulties that Your Excellency had to overcome in order to reach peace, safeguard the territorial integrity and reunite the whole Angolan people, ensuring therefore a prosperous future;



Conhecedores da Luta e das imensas dificuldades que Vossa Excelência teve de transpor de maneira a alcançar a paz, salvaguardar a integridade territorial e reconciliar todo o povo Angolano, garantindo assim um futuro próspero;


Aware also that, thanks to Your efforts, Angola is scoring meaningful progress towards development;
Sabendo também que, graças ao Vosso esforço, Angola está a registar um progresso significativo rumo ao desenvolvimento;


The International Afro-Asian Writers Organization, which includes more than 5000 intellectuals from 14 countries, decided to grant Your Excellency this certificate, in recognition of your great achievements, wishing you a long life full of health and success, and to the Angolan People, happiness and Prosperity;
A Organização Internacional de Escritores Afro-Asiáticos, que congrega mais de 5000 intelectuais de 14 países, decidiu conceder a Vossa Excelência este certificado, como reconhecimento das Vossas grandes realizações, desejando-Vos uma longa vida cheia de saúde e sucesso, e ao Povo Angolano felicidade e Prosperidade.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: