Lisboa - Um Superintendente – chefe, da policia angolana,  Domingos Francisco João , de 44 anos, foi assassinado a caminho de casa momentos após ter sido posto em liberdade  da cadeia de Viana onde cumpria uma pena no seguimento de negociatas que envolveram valores perto de 1,5 milhão de dólares.

 

Fonte: Club-k.net

 Policia esta a funcionar como uma máfia

O mesmo era afecto  ao comando geral da policia. A sua morte esta a ser acompanhada com interpretações segundo as quais o seu desaparecimento obedeceu a alegadas vinganças de redes próximas ao seu caso. Corre que para merecer a liberdade teve de denunciar algumas pessoas, razão pela há suspeitas de que terá morrido  para não ser objecto de alguma prova.

 

Francisco João morreu quando quatro elementos interceptaram nesta Quinta feira, a  carrinha dupla que  o transportava. Os indivíduos não identificados  dispararam contra o mesmo com armas automáticas do tipo AKM-47, sem hipótese de sobrevivência.

 

Um funcionário dos serviços prisionais Domingos Francisco Missalaque, de 46 anos que “apenas estava no lugar e hora errada”  teve o mesmo destino. O caso esta entregue ao comando municipal de Viana  que recebeu instrução para proceder com a devida investigação.
 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: