Lisboa - Esta a ser referenciado como  ambiente de crispação, o cenário que coloca o  Ministro do MAPESS, Antonio  Pitra Neto e o governador da província do Kuando Kubango, Eusébio de Brito Teixeira, em posição  oposta.


Fonte: Club-k.net


A alegada  crispação  tem como fonte a pretensão do governador Eusébio de Brito em exonerar o  director provincial do MAPESS, no Kuando Kubango, Ernesto Manuel Kemba que terá se  incompatibilizado consigo. O Ministro Pitra Neto é citado como estando desfavorável a decisão do responsável maximo daquela província.

 

Nas vésperas da festividade da Independência, o director provincial, Ernesto  Kemba efectuou uma discreta deslocação a Luanda a fim de por ao corrente ao Ministro Pitra Neto tendo entretanto beneficiado da  solidariedade dos colegas em Luanda. Ernesto Kemba é descrito como um quadro competente que goza da consideração da direcção central em Luanda. Na sede do MAPESS no Kuando Kubango, há  suspeitas que o  governador esteja interessado em colocar alguém de sua  confiança que facilite acções distante da transparência dos fundos da segurança social.

 

Uma das personalidades na provincia  que se figura na linha de sucessão de Ernesto Kemba, é Joaquina Calenga, a  chefe de departamento provincial do Kuando-Kubango do MAPESS. Na ausência do director provincial é ela quem assume aquela direcção.

 

Os directores províncias passaram a depender dos governadores. As suas mexidas ou exonerações são feitas após o conhecimento  do Ministro. No passado, os mesmos tinha o estatuto de “delegados províncias” e eram nomeados sobre proposta apresentada a direcção central em  Luanda.


Professores no KK exigem nomeação de quadros que sejam do MPLA


Uma corrente de professores do ensino de  base na província do Kuando Kubango  incompatibilizou-se com o governador Eusébio de Brito por alegadas motivações “partidárias”. Nas reclamações que fazem, os professores são de opinião que se devem ser “apenas” nomeados dirigentes comunais da educação com  comprovação  que atesta a sua inclinação ao MPLA.  Eusébio de Brito é quadro que antes de exercer o cargo de governador era o comandante militar daquela região militar. É   visto como um quadro com visão aberta quanto a questão de partido. (é mais nacionalista que partidario)



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: