Lisboa - O prédio da Cuca em Luanda tremeu na noite de domingo (04). As suas estruturas  cederam ligeiramente causando pânico nos  moradores que teriam abandonado o edifício.


Fonte: Club-k.net

Protecção civil diz que não vai fazer nada

Os moradores daquela área  receiam que possa acontecer uma  tragédia mas entretanto a  equipa de  proteção civil chamada para acompanhar o incidente alega que “por enquanto não vão tomar alguma medida  de prevenção”. Justificam  que fizeram um estudo habilitado a já algum tempo e é com base neste estudo  que se baseam para  argumentar.

 

De recordar que na véspera do desabamento do edifico da DNIC, em 2008, surgiram informações dando conta que o edifício da CUCA iria desabar dentro de dois anos conforme apontavam os  indicadores. O laboratório de  Engenharia de Angola havia  inspeccionado  o edifício tendo concluído que o mesmo estava estável sem registro de fissuras que pudessem perigar a vida dos habitantes (dos 106 apartamentos que constituem o edifico).

 

O susto que os moradores do prédio da Cuca tiveram ainda não foi objecto de noticia em Angola. Há informação de que terão se deslocado  jornalistas conotados ao regime mas que não foram autorizados a noticiar o assunto por alegada “ordens superior”. Suspeita-se que sectores do regime não fazem gosto que os populares tomem conhecidmento para não  contestarem as autoridades pelo que esta a conter com o edifício.

 

A dois anos atras,  membros da comissão dos moradores do prédio se reuniram com  técnicos do Ministério das  Obras Publicas para discutirem sob uma eventual evacuação dos moradores e a sua respectiva indeminização. O assunto nunca mais foi discutido.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: