Num ambiente de dor e consternação, acompanhado por um grupo de coristas, Mário Gama "soltou a voz" para cantar e fazer recordar Teta Lando no dia do último adeus deste artista.

Na presença de cerca de 300 pessoas, entre políticos, músicos, governantes, amigos e amantes da música angolana, os restos mortais de Teta Lando desceram à terra cerca das 15h45, após os presentes ouvirem ainda os acordes de outros temas do falecido, entre os quais "Eu vou voltar", "Angolano segue em frente", "Funje de domingo", "Tata nketo" e "Ntoyo".

Fonte: Angop



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: