Luanda - A jurista Sandra Malaquias  considera o assedio sexual um mal que ainda ensombra as mulheres nos vários sectores da vida publica. O Sector privado é o que mais se destaca, embora se regista também casos no sector público.
 

Fonte: RNA
 

Falando a Rádio Nacional de Angola, Sandra Malaquias disse que já defendeu muitos casos. A actual lei constitucional, sublinha a jurista, ajuda combater este mal, mediante a denúncia.
 


“Um dos grandes problemas nos casos de assédio sexual, têm muito haver a questão da imagem da vítima”, disse.
 


A sociedade, deve ser encorajada a combater o assedio sexual no sector de trabalho que ganha contornos alarmantes, mediante a denuncia.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: