Lisboa - O novo director de informação da Radio Ecclésia, Walter Cristóvão,  ordenou na segunda-feira (10),  aos técnicos da emissora católica  para não reporem  em reposição o conteúdo do debate radiofônico  de sábado, por considerar que a posição de dois convidados,  Fernando Macedo e Luisete Macedo Araújo  atacavam  os Bispos e ao Presidente da Republica, respectivamente.


Fonte: Club-k.net


No debate que versou sobre o tema “democracia e comunicação social”, a candidata presidencial, Luisete Macedo Araújo teria dito que “Há muita conversa sobre democracia em Angola. O que queremos ouvir para começar  seja o que for, é que o Presidente José Eduardo dos Santos não se candidate mais. Assim teríamos salvo tudo o que resta da  moribunda democracia.”


Luisete  Araújo disse ainda que “não faz sentido em termos de presidência  da Republica. Mesmo que não se tenha em conta os anos de guerra, é um absurdo, de 1992 a 2011, serão 20 anos. Não é somente vergonhoso para o candidato JES, mas para os homens e mulheres angolanos. As nossas universidades todos os anos formam quadros, há angolanos que se estão a formar no exterior  ”.


Desconhece-se quais as afinidades que Walter Cristóvão, notabilizado actor de teatro,  nutre para com o MPLA  para que o levam a impedir a reposição do discurso  destas duas prestigiadas figuras da sociedade civil que se opõem contra as políticas erradas do regime angolano.

 

Sabe-se também que o Biólogo e antigo  jornalista da Angop,  Makuta Nkondo esta também  proibido  de falar a Ecclésia por ter   dito, certo dia que alguns padres eram fingidos e que namoravam.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: