Luanda – O músico angolano Fly encontra-se em Portugal, onde ultima os trabalhos de captação do seu quinto álbum a solo, ainda sem título, cuja produção iniciou-se há um ano.


Fonte: Angop


Em declarações hoje à Angop, a partir daquele país europeu, o artista disse ter ido ao território português para trabalhar com alguns instrumentistas estrangeiros, sobretudo profissionais de metais, guitarristas e o baterista Grace Évora, de Cabo Verde.

 

"Vim a Portugal para pôr sopros, viola baixo e bateria, assim como ultimar os coros em algumas das dez músicas desse novo disco, que estou a produzir há mais de um ano", explicou.

 

O autor de "Catumbela Meu Berço" e "É Doçura" disse pretender trabalhar com o baterista cabo-verdiano em pelo menos cinco músicas, para dar valor acrescentado a um trabalho que acredita ter qualidade sonora para se impor.

 

Fly esclareceu que grande parte das bases instrumentais das músicas foram captadas em Angola, onde trabalhou com vários profissionais do mercado nacional, entre os quais Sisi Lemos (Banda Versáteis), Presilha Calei, Livongue e Yeyé Júnior.
 

 

De igual modo, precisou, participaram dessa fase do trabalho os instrumentistas Joãozinho Morgado, Hugo Macedo (Banda Voga), Pedrito (Versáteis), Ferro (Banda Voga), Texas, França, Jp, Linda (Versáteis), além das coristas Linda (Versáteis), Beth Tavira e Elsa.

 


O também autor de "Mistério" adiantou que o novo álbum pode vir a ter uma voz surpresa, de Cabo Verde.

 

O disco, que será editado pela LS Produções, teve a participação especial dos músicos angolanos Proletário e Voto Gonçalves, assim como Lino Furtado que fez animação num dos temas tocados na linha melódica do semba, com mistura de sungura.

 

Além dessa fusão, o trabalho traz músicas na linha melódica do kizomba e mistura de rumba com semba. 
 
   

Autor de quatro discos a solo, Fly é dos mais notáveis instruendos de Eduardo Paim, que se fez conhecido na década de 90 em Angola, pela sua voz fina, sobretudo com temas de referência como "É Doçura" e "Escravo da Canção".

 

No começo do milénio de 2000 impulsionou a fundação da Banda Voga, da qual é o líder vocal e com a qual produz habitualmente os seus discos a solo.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: