A Hipócrisia é uma arma 
Dinheiro não tem cor

Anuncia-se a abertura de um novo canal de televisão e que segundo se diz, conta com a colaboração do homem forte da TVI José Eduardo Moniz que terá constituído uma empresa com a Valentim de Carvalho aliados ao homem forte do grupo.

As minhas dúvidas sobre o porqué da entrada dessas pessoas nesse projecto começam aqui, eu explico:José Eduardo Moniz é o homem forte da TVI, estação líder de audiências em Portugal, dona da NBP está a construir um tipo de projac à portuguesa, onde produzirá as suas telenovelas de inegavél qualidade, mas é esta televisão que não tem um rosto africano, porquê? pelo que sei existem dois jornalistas africanos nos seus quadros, mas a quem não é dada oportunidade de brilhar, tudo porque são negros e não porque não sejam profissionais antes pelo contrario e já o demostraram.A verdade é esta, custe a quem custar e tem que ser denunciada.

Em Portugal existe racismo e na comunicação social é evidente, como é que um País que esteve 500 anos em África teve somente um apresentador negro de informação em 1993? a própria RTP que devia dar o exemplo de pluralidade, criou a RTP-África enviando para um gueto os jornalistas negros que podiam brilhar nos canais principais, vejam o exemplo Americano, Francês, Inglês, Alemão entre outros onde não só os negros brilham, mas outras etnias representativas da sociedade.

Em Portugal a segregação racial na imprensa é latente, os estudantes negros saidos das faculdades de comunicação social não conseguem emprego e quando o conseguem são discriminados a verdade é esta pura e dura e não à volta a dar, vejam quantos actores negros estão nas novelas que a TVI produz?chegou-me aos ouvidos que na série Equador baseada no livro de Miguel Sousa Tavares, os actores negros principalmente Angolanos foram discriminados economicamente pois a produtora responsavél ofereceu remunerações inferiores aos actores negros o que provocou em alguns uma enorme revolta pois grande parte dos nossos actores entre eles Carlos Paca, Daniel Martinho tem um cúrriculum superior ao da maioria dos restantes actors da série, muitos deles estrelinhas de novelas juvenis como “Morangos com acuçar” entre outras.

É esta gente que vai para Angola abrir televisões, jornais, revistas? então e os preconceitos raciais que têm em Portugal?se os negros não servem em Portugal também não deviam servir em Angola, ou sera que em Angola os negros são diferentes?mais inteligentes?ou será que o dinheiro não tem cor?o que levará os nossos empresários a acolherem essa gente?não existem profissionais angolanos em Portugal ou em Angola que ajudem a erguer estes projectos?claro que existem e estão prontos para ajudar, fiquei orgulhoso na passada sexta-feira no lançamento do Canal TPA-Internacional, um canal que vai quebrar barreiras e mostrar Angola ao mundo, que assim seja, Angola para os Angolanos e para os seus verdadeiros amigos. 

* José Mussuaili
Fonte: 
http://mussuaili.blogspot.com



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: