Lubango - A Secretária-Geral do Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA), Luísa Rogério, desloca-se na próxima semana ao Lubango (Huíla) para se inteirar da suspensão de três jornalistas da Rádio Huíla, Prazeres dos Santos, chefe de Produção, Aurora Guerreiro, chefe de realização e Joaquim Armando, apresentador.


Fonte: SJA




images/stories/ribeiro%20e%20luisa.jpgPesa sobre esses jornalistas a acusação de terem produzido domingo último (16/01) um programa crítico sobre a situação social prevalecente na região, iniciativa que não agradou as autoridades municipais e provinciais, segundo informações preliminares do secretário provincial do Sindicato dos Jornalistas, Luís Garrido.



No Lubango, Luísa Rogério vai também tratar de outros assuntos que dizem respeito à vida da classe jornalistas na provincia da Huíla.

 


Em reação, via email, o partido  Bloco democratico afirmou que "Não pode haver democracia e estado de direito se não forem respeitados o direito a livre opinião, se os jornalistas forem submetidos a qualquer tipo de censura e forem expulsos arbitrariamente dos seus empregos por delito de opinião, o  BLOCO DEMOCRÁTICO está absolutamente contra a repressão que neste momento se abate contra os jornalistas que assumem com brio, profissionalismo e grande coragem a tarefa de informar com verdade. Só os regimes ditatoriais reprimem a verdade.", reagiu



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: