Lisboa - Celso Amaral Jorge, o director da RNA na província da  Huíla  faz desabafos, em privado, insinuando que esta a ser  vitima de um complot alegadamente  patrocinado por  Joaquim Gonçalves, o seu homologo da província do Namibe.


Fonte: Club-k.net

Celso Jorge vinga-se dos colegas

Nos desabafos que faz, Celso Jorge, que é também conhecido como “o delfim de Rabelais” na Huíla  faz passar a idéia de que   Joaquim Gonçalves  ambiciona o seu cargo. “Quim”  Gonçalves  é o director da RNA no Namibe mas tem as suas origens na Huíla.


Celso Amaral Jorge é notabilizado por ter andado na prisão do Bentiaba acusado de peculato. Quando saiu da cadeia foi  reabilitado pelo antigo governante, Manuel Rabelais. Recentemente enveredou por uma acção  de suspensão a três  jornalistas (Fernando Prazeres dos Santos, Aurora da Conceição Guerreiro, e Joaquim Armando Nambalo) por alegadamente terem criticado assuntos sócias da província.


A guerra que envereda contra os três profissionais  é interpretada como vingança da corrente de colegas que testemunhou contra si  aquando da acusação do processo  crime que o levou a cadeia de bentiaba no Namibe.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: