Luanda - "Meus comprimentos para todos os funcionários da Edel e das Edições Novembro pelo esforço de nos darem as melhores informações, e também a luz para sermos informados, para todos o nosso muito obrigado pelo empenho."


Fonte: Club-k.net

Moradores  dizem-se penalizados pela Edel

"Sou morador do município do Kilamba – Kiaxi comuna da Vila Estoril Golfe II, Bairro Maria Eugenia Neto Sector B.

 

É muito triste saber que nos somos angolanos como qualquer outro, e somos penalizados pela Edel que não nós põem energia no bairro, a Edel dividiu o bairro em dois sectores (A e B) o sector (A) beneficiou de energia eléctrica antes das eleições com promessa de que nos teríamos no mesmo ano! Mais já se passam tempo “4 anos” e a Edel nada diz sobre a energia no sector B. o escandaloso é que teve lá uma empresa colocou postes cabo de media tensão preparou o local para Alvenaria “cabine” e a Edel diz-nos que não sabe deste trabalho que foi feito!....


Será possível meus senhores, nos estamos localizados bem perto da Agencia do Golfe II é e sou o asfalto que nos separa, os cabos passam pelos nossos tetos, e nos não temos luz, Camaradas se assim podemos chamar, Senhora Ministra, senhor Director Provincial para Área de Projecto, Senhor Director da Agencia de Energia do Golfe II, Camarada Administrador do Município Administradora da Vila Estoril, pedimos a vosso nome, em nome da Pátria e do povo sofrido, que mandem uma equipa para vir acabar ou verificar o que se passa, ou trabalho deixado no meio porque o povo deste bairro não consegue conservar os seus bens para melhoria da vida dos seus filhos. 


Obs: no meu bairro a muitos incêndios causados pelos geradores, será que estão contentes com isso?

E tem uma empresa que esta a explorar energia a 500 dólares e com mensalidade 50 dólares na área mais abaixo do sector B junto da vala que da a ponte e os clientes tem que fazer o deposito no banco BFA a vossa atenção."


António Brito
Morador
Luanda ao 12 de Fevereiro de 2011
923468298/ Golfe II B.º Maria E. Neto



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: