Lisboa - Uma organização de angolanos na Inglaterra, aparentemente de senhoras,  distribuiu este fim de semana  convocatória  dando conta da ocorrência de uma manifestação de protesto a porta da embaixada angolana em Londres. O teor do  documento enviado segue na íntegra.

 

Fonte: OMAL

EUA, Canadá, França  e Bélgica  prometem fazer o mesmo

“ A OMAL (Organização da Mulher Angola em Londres) convoca todos angolanos residentes no Reino Unido, a participarem da Marcha de protesto dos 32 anos de ditadura de JOSÉ  EDUARDO DOS SANTOS, a ter lugar diante da Embaixada de em Londres cita no edifício numero 22 Dorset  Street as 11.30 do dia 7 de Março.”

 

“Numa época que correm bons ventos a partir da áfrica do Norte e que têm culminado com o derrube dos maiores sanguessugas do continente berço, achamos oportuno apanhar a corrente para juntos exigir-mos que o presidente  JES e seus compadres sejam retirados da direcção do nosso sofrido e castigado país, porque só assim o povo angolano poderá concretizar o que a muitos anos anseia.”

 


“A comunidade no Reino com o apoio da OMAL, diz basta ao Eduardismo e viva a prosperidade angolana. A sua presença e voz na Marcha de 7 de Marco será sem duvida  a maior contribuição para o alcance da verdadeira independência e democracia de Angola. Aguardamos por si, ai na Embaixada de Angola dia 7 de Março.” Fim de citação.

 


De recordar que angolanos nos Estados Unidos, Canadá, França  e Bélgica  prometem fazer o mesmo em frente das embaixadas de Angola. A reacção das organizações da diáspora aparenta vir em solidariedade aos cidadãos no interior do país que são proibidos em realizar manifestação. 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: