Luanda - A crise na EPAL esta a se agudizar dia após dia, enquanto os nossos Governantes observam impávidos o descalabro da maior empresa de águas do Pais.


* Rui da Cunha
Fonte: Club-k.net

 

Na área de Produção desta empresa regista-se uma ineficiência critica no funcionamento da Estação de Tratamento de Agua Luanda Sudeste porque há um fraco rendimento dos sistemas de bombagem na ordem de 50 % por ausência de acessórios de reposição para a devida manutenção, isto esta a criar desmotivação por parte dos trabalhadores daquela estacão que tem alertado o PCA mas esta tem ignorado os apelos e também a qualidade de agua que se tem consumido e duvidosa porque as aguas da lavagem dos filtros na zona de Kicuxi tem feito retorno e misturam-se com a agua produzida, por isto a agua distribuída esta sem qualidade e pode vir a criar grandes problemas de saúde aos consumidores.

 

Parte da agua produzida tem sido destinada aos camiões cisternas através das girafas, em detrimento de áreas habitacionais que deviam receber agua regularmente através de rede, este um negocio cujas receitas não entram nos cofres da empresa e que tem o envolvimento do Chefe da Segurança da Empresa Sr. Chico Zé e do Sr., Salomão do Gadaky com o consentimento como não deixa de ser lógico, do PCA Lionidio Ceitas.

 

Na área da Rede de Distribuição, esta Direcção esta a ser gerida por quadros de 2ª linha, os trabalhadores estão descontentes porque não tem material de protecção e higiene e tem corrido risco de vida devido os produtos químicos, o cloro gasoso altamente letal e que pode cegar e ter outras consequências. Os reservatórios de água estão com fissuras e cheios de lamas.

 

Na área Comercial a facturação continua por estimativa, por falta de contadores, este negocio interessa ao Sr PCA porque desta forma tira vantagens financeiras, considerando que o dossier para aquisição de contadores envolve um estudo de viabilidade mas esta arquivado no gabinete do PCA, o sistema informático esta praticamente inoperante devido o desacordo que o PCA Ceitas teve com as Aguas de Portugal que são os detentores do sistema, os representantes das Aguas de Portugal foram expulsos sem no entanto se encontrar uma alternativa estando a EPAL a perder receitas na ordem de 3 milhões de dólares por mês devido a desactivação deste sofctuer, não há investimento na criação de postos de cobrança, o quadro esta negro.

 

Na área de Recursos Humanos que esta a ser dirigida pela antiga secretaria e amante do PCA, sem noções de recursos humanos e que passa o tempo todo a viajar, continua a recrutar familiares para o enquadramento na empresa, em 10 meses de liderança, o numero de trabalhadores disparou de 1300 para 1800, as promoções são na base do amiguismo, alguns quadros superiores não estão a ser enquadrados com base nas suas categorias por vigarice.
O Conselho de Administração tem remunerações mensal na ordem dos 15 mil dólares, os Directores Adjuntos do PCA nomeados na base do amiguismo auferem cerca de 5 mil dólares enquanto os assessores e técnicos superiores auferem cerca de 1200 dólares, o resto do pessoal, a considerado forca de trabalho tem salário de autentica miséria, por isto surgem muitas ligações clandestinas e sabotagem nos dispositivos, porque cada um quer tirar vantagens financeiras numa empresa totalmente desorganizada.

 

Na área dos Abastecimentos, em reunião recentemente realizada, o PCA interditou os trabalhadores, quadros desta área a darem a sua contribuição, tendo lhes alertado a não manterem contacto com o trabalho, neste momento os referidos trabalhadores vão assinar o ponto e ficam de braços cruzados, porque sabe-se que há familiares do PCA Ceitas a receberem formação em Portugal, sobre despesas da EPAL e sem no entanto fazerem parte dos quadros da Empresa, no sentido de virem ocupar a vaga na área dos Abastecimentos. Os contratos de fornecimento de produtos químicos foram cortados unilateralmente o que esta a reflectir na qualidade de água a produzir, tudo porque Ceitas esta a procura de parcerias da sua conveniência para ocupar este lugar.

 


Quando Ceitas tomou o poder na EPAL, convidou o seu grande amigo de longa data Zeca Jorge para ser Director do seu Gabinete, no entanto, como este não concordava com algumas posições que Ceitas tomava, Ceitas exonerou o amigo sem culpa formada e expulsou-o da empresa.

 

Ceitas tem mau feitio, exonerou Manuel Lúcio Lima o Chefe de Gabinete do ex- PCA, mas nomeou a esposa deste como sua Assistente directa, e viaja com esta constantemente para fora do Pais, estragou um lar porque Manuel Lúcio não tem enquadramento na Empresa, esta em casa enquanto Ceitas viaja a seu bel-prazer com a esposa deste.

 

A Empresa esta com dificuldade financeira mas Ceitas por vaidade, mandou adquirir carros de Top de Gama, os famosos Nissan que custaram cerca de 130 mil dólares para ele, os Administradores e os Directores Adjuntos.

 

Nomeou para seu assessor um Israelita de nome David Peled, neste momento viajou com o mesmo para Israel, nomeou para PCA Adjunto um seu amigo São Tomense de nome Viegas, antigo quadro da EPAL,. Aqui, solicitamos a intervenção da DNEFA para verificar a posição legal destes indivíduos no Pais.


Transferiu trabalhadores para as instalações de Kicuxi, sem condições, a mais de uma semana que não tem energia, não tem gerador, os trabalhadores ficam de braços cruzados, o absentismo tomou conta da situacao.  Se este quadro se mantiver ate as eleições, a situação ficara desfavorável para os nossos governantes.


* Rui da Cunha



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: