Luanda - Sob a ordem do Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas (EMGFAA), milhares de efectivos estão de prevenção, desde segunda-feira última até no dia 15, a fim de admoestar todos aqueles que saírem às ruas, no dia 7 do corrente mês, para manifestar contra má governação do MPLA e em particular do Presidente da República, José Eduardo dos Santos.


Fonte: Club-k.net

 

“Estamos efectivamente de prontidão aguardando segundo as ordens do Chefe do Estado Maior”, confessou ao Club-k um efectivo das FAA, rezando que “espero que Deus faça mudar de ideias as pessoas que estão a liderar esta manifestação, para evitar mortes desnecessárias”.

 


Este postal soube também que, neste exacto momento, só não se encontra presente, em unidades militares, todos efectivos que foram dispensados por vários motivos nomeadamente: doenças, férias, suspensões disciplinares etc.. “Nos próximos dias, a polícia militar (PM) vai efectuar uma vistoria em suas residências a fim de constatar se estão em segurança”, assegurou.  

 

Importa realçar que, actualmente, Angola vive um clima de tensão devido a realização de uma manifestação a ter lugar, possivelmente, nesta segunda-feira. Recentemente o Chefe de Estado da Marinha de Guerra, em declarações a imprensa estatal, garantiu que os seus efectivos não irão tolerar quaisquer acções que visa pôr em causa a estabilidade do país.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: