Luanda - Três partidos políticos da oposição no país, nomeadamente PDP-ANA, POCs e PP, desistiram de participar na marcha do dia sete de março depois de não serem autorizados a realizar a vigília que pretendiam fazer domingo em frente do governo da província de Luanda.


Fonte: VOA

Apelamos a ficarem em casa como acto de reflexão

De acordo com Manuel Fernandes dos POCs, o dia sete deve ser agora aproveitado como um dia de reflexão. “Não estamos a desistir da manifestação, simplesmente apelamos aos nossos militantes a ficarem em casa como acto de reflexão”.

 

Esta nova forma adoptada por estes partidos visa também evitar qualquer confronto que possa existir entre os manifestantes e às forças da ordem, embora se pretenda uma manifestação pacífica.

 

A não autorização da realização da vigília de domingo é encarada pelos promotores da mesma como um sinal de “má fé” por parte do governo que “pretende marginalizar a vontade de quem não se revê nas suas políticas”.

 

De recordar que o governador de Luanda José Maria dos Santos, vetou a vigília de domingo justificando que “não é vocação de partidos políticos a realização de vigílias acompanhadas de cânticos religiosos e orações, tal actividade é deferida às instituições religiosas”.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: