Luanda - Vidros partidos, um dos quais presume-se, ter permitido a entrada dos assaltantes no carro de marca Toyota Land Cruiser, elevadores das janelas laterais e quadro electrónico arrancados e documentos espalhados pelo interior é o cenário no local.O segurança de serviço  afecto a uma empresa privada contratada que esteve presente no local não se apercebeu do movimento dos “visitantes nocturnos”.


*A. Neto
Fonte: Club-k.net


Aparentemente trata-se de um assalto comum nesta  cidade.  Mas o incidente tem lugar poucos dias após ameaças de morte que recebeu o mediático defensor dos direitos humanos. Através dum desconhecido número de telemóvel 931 99 86 37 o advogado recebeu mensagens como esta: “...desde q comsaste com as tuas loucurar stamos sm paz de spirito na vila. Agora a bofia ta Dora a crcular aqi. Vamos t bondar s contnuars a perturbar a paz”.


Também dificilmente poderá ser visto dissociado do que sucedeu na semana passada na cidade do Huambo, com a viatura da Associação Mãos Livres, organização de que David Mendes é presidente que incendiou na residência do seu representante.


Existem fortes indícios de que o fogo foi posto. Serradura e um bidon do tipo Jerry Can foram encontrados junto ao que restou de sucata. 


Faz tempo que na travessa Fernando Pessoa, à Vila Alice, aqui em Luanda não registava este género de acontecimentos, segundo a vizinhança.

 

Agentes da polícia afectos aos serviços de investigação criminal estiveram hoje no terreno para a recolha de vestígios   que possam conduzir ao esclarecimento do caso.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: