Lisboa - A polícia angolana libertou (as 11h) os jovens que na madrugada desta segunda feira tentaram  manifestar-se pacificamente em Luanda  contra as injustiças no país.   Foram também postos em liberdade os  três jornalistas do Novo Jornal (Ana Margoso, Pedro Cardoso e Afonso Francisco) que estavam em serviço para  cobrir  a  manifestação.


Fonte: Club-k.net

Foram submetidos a interrogatórios

Os jovens teriam seguido a convocatória feita pela internet que forçou o partido do poder convocar uma convocatória juntando 500 mil pessoas em Luanda.  Club-k soube de um dos detidos que os mesmos foram   submetido a  forte interrogatório. 


De recordar que do grupo fazia parte o musico Brigadeiro Mata Frakuz constavam os músicos e activistas,  Janguinda, Firmino Costa, Tony K, Mona Dya Kidi, Dalio Kandé, Ronalda, Claudia mais três pessoas cujo nome o CK não conseguiu apurar.


Na seqüência da detenção dos mesmos a imprensa internacional reportou o sucessivo. O Movimento para Democracia em Angola reagiu em comunicado exigindo as autoridades à libertação dos jovens.

 

A constituição angolana consagra o direito de manifestação, embora as autoridades responde com repressão ou impedimento a iniciativas de grupos não conotados ao regime.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: