Luanda – O Bureau Político do MPLA considera que a paz, conquistada no dia 04 de Abril de 2002, tem permitido ao povo angolano o usufruto do direito à segurança, à tranquilidade, à estabilidade e à livre circulação em todo o território nacional.


Fonte: Angop

 
Numa nota de imprensa publicada por ocasião do Dia da Paz e da Reconciliação Nacional, o MPLA acrescenta que a ausência de guerra tem facilitado o processo de reconstrução e de criação de infra-estruturas para o desenvolvimento, o que tem sido constatado, de forma entusiasta, por todos de boa-fé.


 
“Essa confiança, assente na convicção de que somos capazes de reconstruir a pátria, propiciando a criação de condições que permitam erradicar a pobreza e promover o desenvolvimento e o bem-estar do nosso povo, constitui a base em que todos queremos continuar a alicerçar a Angola de amanhã”, segundo nota.


 
O documento acrescenta que “o processo de reconciliação nacional (…) permite que os angolanos acreditem no futuro e tem constituído um factor importante para a consolidação da sua economia e o seu notado crescimento, viabilizando o processo de reconstrução nacional e a paulatina melhoria das condições de vida do nosso povo”.


 
“O MPLA, tal como no passado, continuará a fazer tudo quanto estiver ao seu alcance para reforçar o Estado Democrático de Direito e garantir, ao nosso povo, a construção de uma pátria, em que cada angolano se reveja e onde todos sintam prazer de viver”, lê-se no documento.


 
Para o Bureau Político, “o 4 de Abril, (...), pela sua importância histórica e pelo muito que representa para cada um dos angolanos, constitui uma das mais valiosas conquistas do nosso povo e consolidou já o seu lugar na história recente da nossa pátria”.


 
Por isso, prossegue a nota, o MPLA exorta os seus militantes, simpatizantes e amigos e todo o povo angolano a transformarem as comemorações do 04 de Abril em mais uma verdadeira jornada de reflexão e de júbilo.


 
Solicita aos angolanos a fortificarem os laços que os une, em prol da busca de consensos para o futuro do país, a consolidação da unidade nacional e o aprofundamento do processo democrático em curso, ciente de que unidos seremos melhores.  
 


Por último, O MPLA aproveita a ocasião para reiterar ao Presidente da República, engenheiro José Eduardo dos Santos, e ao Executivo de Angola todo o seu apoio na direcção e realização das ingentes tarefas da reconstrução nacional, visando a melhoria das condições de vida do povo.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: