C O M U N I C A D O

CONDOLÊNCIAS POR MORTE DO PADRE MUANAMOSI MATUMONA


Luanda -  O Bloco Democrático (BD) tomou conhecimento do passamento físico do padre Muanamosi Matumona, a 13 de Abril de 2011, por doença, pelo que expressa a sua consternação por tal inesperado e doloroso facto.


 
A morte prematura do padre Muanamosi Matumona, não somente atinge a Igreja Católica mas também o país, pois este, para além de clérigo, era um intelectual, jornalista e escritor que colocava o seu saber ao serviço das novas gerações, ao exercer a docência, quer no Seminário Maior, do Uíje, quer na Universidade Agostinho Neto, onde ministrava as disciplinas de Sociologia e de Filosofia Africana.


 
O padre Muanamosi Matumona estudou filosofia, teologia, comunicação social e sociologia em Lisboa, no Porto (Portugal) e em Roma (Itália) e, durante muito tempo, mesmo ausente do país, foi uma presença assídua no Jornal de Angola, com os seus textos de opinião que versavam sobre variados temas. Autor consagrado, publicou várias obras, entre as quais: Jornalismo Angolano: História, desafios e expectativas (2002); A Reconstrução de África na era da modernidade. Ensaio de uma Epistemologia e pedagogia da Filosofia Africana (2004); Cristianismo e mutações sociais em África. Elementos para uma teologia Africana da Reconstrução (2005). Teologia Africana da Reconstrução como novo paradigma epistemológico; Contributo lusófono num mundo em mutação (2008); e Os Media na era da globalização. Para uma sociologia do Jornalismo Angolano (2009).


Ao ser nomeado recentemente, pela CEAST, director da Rádio Ecclesia tinha planos de renovação e uma vontade firme de estender o sinal da rádio, a todo o território nacional, nomeadamente ao seu Uíge natal, durante o seu mandato, de três anos. A morte surpreendeu-o aos 44 anos e a Igreja Católica e o país ficam assim mais pobres.


Nesta hora de luto e dor, o Bloco Democrático (BD) apresenta à CEAST, à Rádio Ecclesia e à família do malogrado, os seus sentimentos de mais profundo pesar e manifesta a solidariedade dos seus dirigentes, membros, simpatizantes e amigos, por esta perda nacional.


O Bloco Democrático (BD) exorta os seus membros, em particular, e a sociedade, em geral, a juntarem-se às manifestações de pesar, confortando a família e a Igreja Católica na sua dor e acompanhando-as em todas as cerimónias fúnebres.


Descanso eterno a alma do padre Muanamossi Matumona.
Luanda, 14 de Abril de 2011

O Secretário-geral

Filomeno Vieira Lopes