Luanda - O economista Alves da Rocha alertou hoje em Luanda para a "elevada degradação do poder de compra dos trabalhadores angolanos", que em 2010 se fixou entre os 8,5 e os 9%.  Alves da Rocha, que falava em declarações à Rádio Nacional de Angola, disse que esta situação merece uma "verificação de imediato do governo".


Fonte: Diário Digital / Lusa


Segundo o economista, uma análise feita às percentagens que vêm do passado permite concluir que "os salários médios nesta economia, incluindo a função pública, têm sido degradados".

 

"É necessário atentar-se a isto, porque ainda que os empresários possam admitir que não há uma perfeita correspondência entre o valor do salário e o valor da produtividade do trabalho, não se podem esquecer que se os salários não forem bons não há procura dos produtos", concluiu.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: