Luanda - O presidente da Sonangol entrou este ano na lista dos Mais Poderosos da Economia Portuguesa, ocupando agora o 39º lugar desta lista. De acordo com o Jornal de Negócios, "meio Portugal é parceiro de negócios da petrolífera angolana" e quem não é "gostava de o ser".


Fonte: Sapo


O diário português descreve Manuel Vicente como "um dos homens mais poderosos de Angola", mas é em Portugal que o presidente da Sonangol tem vindo a crescer de importância em termos de poderio económico.

 

Devido às participações que detém na Galp e no BCP, mas não só. O empresário tem também investimentos na Caixa Geral de Depósitos, no BCP, GES e Mota Engil.

 

Sobre a Sonangol o jornal português escreve, nesta quarta-feira, que "é a maior empresa angolana" e que é também a mais "profissionalizada", com estruturas de gestão que estão a entrar "numa nova geração".


O Jornal de Negócios avança também que a petrolífera é vista como um "fundo soberano de Angola", mas que pretende deixar de o ser.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: