Jorge Valentim declara apoio ao MPLA

 O político fez o apelo no bairro da Canata, no Lobito, sua terra natal, durante uma conferência de imprensa que visou apresentar o seu posicionamento sobre o próximo pleito eleitoral.

"Votemos no MPLA nas legislativas, dando ao MPLA uma maioria significativa para reformas necessárias com a nossa participação, como garantia da estabilidade, para continuarmos esta marcha com vista ao o bem-estar do povo angolano e a cooperação nacional", enfatizou o político.

Jorge Valentim exortou também os eleitores a votarem em José Eduardo dos Santos para presidente do país, caso se candidate nas próximas eleições presidenciais, por ser a garantia da concretização dos anseios dos angolanos.

"Votemos no senhor engenheiro José Eduardo dos Santos para a função de Presidente da República de Angola, dando-lhe uma maioria nunca vista, para que continue a conduzir o povo à paz, reconciliação, progresso e justiça social".

Jorge Valentim foi afastado como membro da Unita em 2006 e, a direcção do partido, liderado por Isaías Samakuva, exigiu também o seu afastamento e de mais 5 outros deputados da Assembleia Nacional, (Parlamento).

 Enaltecido humanismo do Presidente da República

  A personalidade e carácter humanista do Presidente  da República, José Eduardo dos Santos, foi enaltecido, hoje, segunda-feira, em Benguela, pelo antigo dirigente e deputado da Unita Jorge Valentim.

 O veterano político, que falava à imprensa no bairro da Canata, Lobito, disse que a existência de Angola como Nação una, bem como da própria Unita como partido, se deve ao espírito tolerante e respeito à vida do Chefe de Estado.

Para si, os militantes “conscientes” da Unita nunca devem se esquecer que foi o Presidente José Eduardo dos Santos que salvou centenas de vidas de dirigentes do seu partido, mesmo estando na condição de vencedor do já terminado conflito armado.

Jorge Valentim exortou os militantes da Unita a apoiarem e votarem no MPLA nas próximas eleições de 5 de Setembro.

Segundo o político, que militou na Unita desde a sua fundação (1966), tendo ocupado  cargos como o de secretário para informação, o MPLA é o único partido em Angola que tem capacidade de governar o país.

 Apelou à juventude angolana, sobretudo os ex-militares, a fazerem  "escolha certa", que, segundo disse, passa por votar no MPLA como único partido que pode dar sequência ao desenvolvimento do país e projectar a vida de cada cidadão angolano.

Por outro lado, mostrou-se satisfeito e orgulhoso pelo facto do Governo estar a desenvolver o programa de reconstrução nacional  que tem permito a reabilitação das estradas do país.

Jorge Valentim disse que vai aproveitar a sua estada no Lobito para esclarecer aos cidadãos aquilo que chamou de “caminhos certos” até à realização das próximas eleições.

 Estiveram presentes no acto do pronunciamento do político angolano jornalistas nacionais e estrangeiros de diversos órgãos de comunicação social e elementos da sociedade civil.

Fonte: Angop



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: