Lisboa - O  assessor  presidencial, José Mena Abrantes reagiu na pagina do Club-K, no facebook, que não cai em "contradições" na criação das suas  personagens”. A reação do também escritor  vêem na seqüência das suspeitas que se levanta de que seja  a pessoa que escreve sob a capa do personagem  Justo Justino, em colaboração com José Ribeiro e o luso Artur Queiroz.


Fonte: Club-k.net

Em torno da criação do  personagem Justo Justino

De acordo com José Mena Abrantes “Normalmente, e por pura higiene mental, não dou importância às parvoíces que se escrevem a meu respeito. Mas o Club-K, que se arvora em suposto veículo informativo, devia pelo menos cuidar de ser um pouco mais preciso. Aqui haveria vários pontos a considerar. Se a tal "corrente da Unita" está "identificada", por que razão não se revelam os seus autores? Têm medo de quê? Se a "suspeita" tem na origem uma "informação fidedigna", por que razão não se diz qual é? Outra vez: têm medo de quê? Mas a parte que em princípio me devia lisonjear, a que se refere à minha "perícia ficcionista", é a que deita por terra toda a matéria.”

 

“Se de facto a Unita ou o Club-K estivessem realmente a par da minha "perícia ficcionista" saberiam que eu não caio em "contradições" na criação das minhas personagens. Por que não utilizam a vossa suposta capacidade divinatória para preverem qual vai ser o vosso triste futuro?” questionou.


Pela mesma via, e  em  reação, as palavras do assessor presidencial, o dirigente da JURA, Didi Chiwale, teceu o seguinte comentário: “O Club-K e a UNITA terão um futuro triste! isso é linguagem belicista. Qual é a informação privilegiada em posse do autor que o leva a pensar em tristes acontecimentos para os membros do Club-K e da UNITA. Capacidade divinatória do Mena Abrantes ou conhecimento de alguma estratégia belicista ao nível da Presidência?.”

 

De lembrar que Justo Justino é o personagem criado  pelas autoridades geralmente usado quando se deseja atacar  partidos da oposição, nas paginas o Jornal de Angola  fazendo-se passar por militante da UNITA. Uma recente artigo na internet,  dá conta de algumas contradições existente quanto ao personagem. Em alguns artigos apresenta-se como  um “mais velho” que  participou na luta de libertação o que contraria com os dados da sua pagina do facebook, segundo a qual terá nascido em 1975.

 

UNITA suspeita que Mena Abrantes seja o personagem que assina como Justino Justo



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: