Lisboa -  Aguinaldo Jaime declinou o convite  que lhe foi formulado para presidir ao Instituto de Resseguros de Angola; alega intenção de enveredar pela vida privada.


Fonte: Club-k.net


ImageO convite vêem na seqüência da sua saída da  Agencia Nacional de Investimento Privado (ANIP), onde foi rendido pela jurista  Maria Luisa Abrantes.


Não obstante as motivações que levaram ao seu afastamento, o nome de  Aguinaldo Jaime   foi logo a seguir citado como integrante da linha de sucessão para a Presidência da SONANGOL, em função dos predicados que lhe são reconhecido. Já foi governador do BNA, Ministro adjunto do primeiro Ministro e tido como uma das mais respeitadas figuras do regime. Dos servidores do regime faz parte do grupo que consegue dizer “não” ao Presidente da República.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: