Lisboa - André de Oliveira João Sango,  citado em círculos restritos  do regime como estando  em vias  de  deixar o cargo de Director Geral  do Serviço de Inteligência Externa (SIE).  O único nome até agora ventilado como provável sucessor  é o do actual embaixador de Angola na Inglaterra, Miguel Fernandes Neto.


Fonte: Club-k.net


A saída de João de Oliveira Sango é remetida a apreciações decorrente do seu estado de saúde que o  tem levado  ausentar-se constantemente do país para se tratar.  Em Setembro do corrente ano  foi  operado as amiglas que lhe causavam incômodos de ficar em casa,  de  uma a duas semanas acompanhadas  de  febres altas. Numa das férias a  Lisboa aproveitou para consultar  o  médico e este  o aconselhou a efectuar uma cirurgia de caracter urgente. Semanas depois voltou a Portugal para Check up.

 

As freqüentes saídas privadas deram azo a interrogações ou suspeitas de que teria sido alvo de um envenenamento, em função de um problema no estomago.


O DG do Serviço de Inteligência Externa (SIE),  João  Oliveira Sango  é um notabilizado  acadêmico ligado a Universidade Agostinho Neto, actividade esta que repartia com as funções de   director  do   Centro de Formação Especial da Comunidade de Inteligência do Serviço de Informações. Em Março de 2006, foi nomeado para substituir  Fernando Garcia Miala, no cargo de DG do SIE. Manifesta  em círculos profissionais  a vontade de retirar-se da vida política para  dedicar-se a consultoria privada e a docência.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: