Luanda - O ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa, participou, ontem (22 Novembro 2011) numa conversa aberta no facebook,  atinente aos preparativos para as próximas eleições em Angola. A conversa teve lugar na  sala intitulada “CONFERENCIA DE IMPRENSA MAT VERSUS JORNALISTAS",no espaço do activista Sérgio Conceição no facebook.


Fonte: Sérgio Conceição & Club-k.net


“E aki xtou” ... deu o pontapé de saida,  Bornito de Sousa


Depois de já ter tido encontro com a sociedade civil e com os Partidos Políticos, o Ministério da Administração do Território reuniu-se nesta terça feira 22 com os jornalistas angolanos em conferência de imprensa no CEFOJOR em Luanda.


Nesta reunião que estiveram presente a fina flor do jornalismo angolano público e privado chamou-me atenção o facto de estarem na sala cerca de mais ou menos 300 jornalistas e apenas um da imprensa publica (Alves Fernandes da TPA) ter feito uma pergunta. Me perguntei se os jornalistas da RNA, Jornal de Angola e Angop tinham receio do Ministro Bornito ou da Ministra da comunicação social que também estava presente.


No final do encontro tive a felicidade de ser abordado por Bornito de Sousa. Afinal o Ministro conhece-me!


Disse-lhe apenas que logo estaremos juntos … no Facebok.


Assim sendo, Bornito de Sousa não hesitou e democraticamente e descontraidamente esteve presente no fórum acima descrito para responder algumas preocupações/inquietações de alguns internautas e que transcrevemos:

 

////////////// 

Bornito de Sousa E aki xtou...

Sérgio Conceição ‎@Acho que o Dr. Bornito de Sousa não quer responder as nossas questões. Deve ser por causa do Benfica. Com pena minha.


John John Jr Martins Benfica acaba de empatar o jogo. 2 a 2 e carrega o Man United...


John John Jr Martins Essa foi para descontrair amigos, ehehehhehe
 

Sérgio Conceição ‎@Enquanto o homem não vem...lol
 

Bornito de Sousa E nao é k era mesmo? ahahahahah


Sérgio Conceição Dr.Bornito de Sousa, como disse que estava sempre disponível para qualquer questões que lhe quiséssemos colocar, eu pergunto-lhe o seguinte?
Estamos a terminar esta fase do processo (16/12) e até agora nada foi ainda dito sobre os angolanos que vivem fora do país. Já nos pode adiantar algo sobre isto? Ou temos mesmo de esperar pela aprovação do pacote eleitoral?
Se assim for, e supondo que este pacote (porque pacote? Lei não basta?)venha a ser aprovado apenas no 2º mês de 2012 e supondo que a Lei diga que eu por viver fora do país não tenho direito a votar (a não ser que esteja em conformidade com o que diz a CR), não acha o senhor ministro que isto pode obstaculizar a preparação da minha "logística" caso eu queira vir votar no país? É que se eu for estudante ou trabalhador terei de preparar toda uma serie de situações (familiares inclusive) para vir exercer com o meu direito de cidadania. Isto para dizer que não dizer nada até agora (sobre os nossos emigrantes) pode perigar e fazer com que eles não venham cá a tempo e hora para votarem no seu Partido (caso a Lei venha a estar a seu desfavor).


Bornito de Sousa Caro Sergio, quanto aos angolanos no exterior, há que considerar duas situações: 1. Registo Eleitoral- Esta a ser feito apenas em Angola. 2. Direito de voto- Nos termos da Constituição, votam (no exterior) os angolanos que lá estejam por razoes de doença, estudo, serviço e similares (art 143). Nos países em que nao há representações diplomáticas, o Projecto de lei prevê o voto por correspondência.


“J&J” Toronto/Canada - Voltando ao tema sobre voto/diáspora Durante as últimas eleições, o governo alegou que por razões técnicas e logísticas a diáspora não participaria e foi dado garantias que a diáspora votaria nas eleições de 2012. Em síntese quer dizer que logística contínua a ser o problema? Ou existem outras razões?


Bornito de Sousa Caro JJ, sugiro-lhe consultar o artigo 143 da Constituição que fixa a opção do legislador constituinte sobre o assunto que coloca. Sugiro tmb k leia o meu post anterior sobre o tema.


Jose Gama O MPLA rejeita o controle biométrico das pessoas no dia das eleições e eu gostava de perguntar, ao Dr Bornito de Sousa, que para alem de invocarem que fica caro, qual é a outra desvantagem que encontram no uso deste sistema visto que é este sistema que da autencidade na verificação da identidade do eleitor?

 
Bornito de Sousa Caro Jose Gama, nao tenho conhecimento dessa rejeição. Mas, do seu ponto de vista, como é que isso funcionaria? Então nao seria já mais fácil ir para o voto electrónico como no Brasil? Mas, e depois? Se com contagem manual dos votos sao os problemas que se levantam e se for por via electrónica o que nao será?????
 

Jose Gama ‎Bornito de Sousa, A rejeicao partiu do grupo parlamentar MPLA, nos acertos que tem tido com a oposicao.
 

Jose Gama ‎Bornito de Sousa, Sobre o Sistema biometrico no nosso sistema eleitoral nao tem haver com o voto electronico. Posso mandar-lhe uma apresentacao da WIL empresa de logista eleitoral da africa do sul e vera que por ca nao usamos voto electronico mas usou-se o sistema biometrico para controle do eleitor.
 

Bornito de Sousa Eu agrdc. Tem o meu email? E já assim tmb, onde é k a Comissão Eleitoral vai buscar os dados biometricos dos cidadãos?
 
Jose Gama ‎Bornito de Sousa, sistema biometrico, os aparelhos compram-se no mercado.
 

Bornito de Sousa A propósito, caro JG, a AFRICA do Sul usa o sistema biometrico e simultaneamente o Cartao de eleitor?
 

Jose Gama ‎Bornito de Sousa, O sistema biometrico valida o caderno eleitoral. o individo chega na mesa de voto, e o sistema registra o fingerprint e fica logo arquivado no sistema que este individo ja votou. Em Angola, o SME usa este sistema mas ao inves do fingerprint, fazem leitura o Ires do olho.

Bornito de Sousa Correcto, caro JG, mas usam simultaneamente o Cartao de eleitor? E a Comissão Eleitoral faz o Registo dos Eleitores para elaborar os Cadernos Eleitorais?


Jose Gama ‎Bornito de Sousa, O controle biometrico e' indespesavel porque evita com que uma pessoa vote duas vezes. Ou seja se a pessoa votar no Kilamba e de tarde ir votar no Cazenga o sistema biometrica detecta que esta pessoa ja votou. No nosso caso de Angola, como aconteceu com a senhora do Kuando Kubango que apareceu com dois cartoes de eleitor, fica-se sem garantia da autencidade do voto.


Bornito de Sousa Nao, caro JG, há outros mecanismos universalmente aceites. Em Angola, alem da descarga nos Cadernos Eleitorais esta previsto o uso da tinta indelével. A pessoa só vota duas vezes se lhe cortar o dedo com tinta.

Jose Dala É com muita satisfação que tenho acompanhado a abertura do Sr Ministro em partilhar os seus conhecimentos com os interneutas, pois desta forma abri-se um capitlo de dialogo directo, espero que todos dem o seu contributo para termos um pais democratico.


Jose Dala a unita afirmou ter provas de fraude eleitorar nas eleiçoes passadas, o MAT nao respondeu a estas acusações. nao devia o MAT levar estas acusações mais serias tendo em conta que esta a ser criada muita turbulencia antes das eleiçoes de modo que nao haja problemas apos as eleições????


Bornito de Sousa Caro Jose Dala, A Lei eleitoral estabelece procedimentos para a impugnação de ELEICOES que nao foram utilizadas. Tal como o Partido que refere, a Uniao Europeia também constatou algumas falhas que entretanto nao afectavam o resultado eleitoral que reflectiu, na sua opinião, a expressão do voto popular. Vamos agora é preocupar-nos em organizar as ELEICOES de 2012. E a CNE tem a faca e o queijo na mao....

Jose Gama Sobre a questao do Jose Dala, e para reforcar, o Caetano de Sousa na altura prometeu reagir as constatacoes de irregularidades citadas pela UE e ate hoje nao se teve resposta. anyway..num outro dia pegamos as eleicoes passadas..


Jose Gama ‎Bornito de Sousa, A Tinta indelevel nao e' seguro. O sistema biometrico, garanteria melhor seguranca e e' o mais recomendavel.

Jose Gama ‎Bornito de Sousa, o meu receio sobre o nao uso do sistema biometrico e' que em caso de imprevistos como aconteceu em 2008, em que falharam os cadernos eleitorais, o quadro torna-se mesmo a repetir.


Jose Gama Nao fiquei convensido com as explicacoes mas mesmo assim irei saltar para outra: Porque que nao fica os gabinetes provincias eleitorais a lancarem/divulgarem os resultados? em 2008, Luanda passou o contrario e Luanda foi quem anunciou as % de votos das provincias.


Bornito de Sousa A propósito, como se chama a senhora do CUANDO-CUBANGO a que se refere? Ou é a senhora do Cubal (Benguela) cujos cartões a UNITA apresentou no Parlamento e já se esclareceu que quando se emite o segundo, o primeiro é desactivado do sistema. E apenas aparece uma vez no Caderno Eleitoral. E ainda que, por hipótese, aparecesse duas vezes, tem de colocar o dedo na tinta indelével que nao sai, pelo menos no mesmo dia...


Bornito de Sousa Nao há problema caro JG. Sugira-se isso aos Partidos no Parlamento. Seria mais um elemento de segurança. Mas o "nosso" problema nao é de segurança. É de confiança. Se desconfiamos da Base de Dados que é uma só, como "iríamos" confiar em que os mais ou menos 5.000/ 18.000 equipamentos biometricos não estavam viciados ou "fraudulentados" por "alguém"????????


JJ / Torornto/Canada - Tudo indica que a OPOSICAO e sociedade civil tem uma versão contraria quanto a independência da CNE. Que planos concretos tem o MPLA para clarificar estas diferenças. Por acaso ja estudaram a possibilidade de debates directos nos órgãos do estado?

Bornito de Sousa Caro JJ, a questão da composição, competencias e funcionamento da CNE i esta a ser debatida no Parlamento no âmbito do chamado Pacote Legislativo Eleitoral.


 “J&J” Toronto/Canada - Como justificaria em termos simples o papel do MAT na organização das eleições. As minhas desculpas pelo atrevimento e frontalidade. Mas esta mensagem é fortemente defendida pela sociedade civil que alega não encontrarem lógica da existência do MAT no processo eleitoral.


Francisco Pacavira Bernardo Um gesto de grande humildade intelectual. Ilustre Bornito de Sousa, para frente é o caminho!


Jose Dala Sr. Mministro conheço pessoas que no dia da eleição nao passaram o dedo na tinta talvez por distraçao do pessoal da mesa de votos, tal facto pode acontecer em outras mesas, ja o control biometrico garante mais segurança...


Bornito de Sousa Caro JD, o nosso problema é de falta de confiança e nao de segurança. E nao apenas em Angola. Muitas vezes a eleição só é livre se eu a ganhar.... É como no desporto. O que perde culpa os árbitros...


Bornito de Sousa Caro JDala, em 2008 o eleitor colocava o dedo na tinta antes de votar. no caso que refere, os fiscais dos Partidos estavam a dormir? Eles devem agir nesses casos!!!!!


Jose Dala o sistema electoral(Tecnologia) brasileiro acreidito ser o mais viavel para Angola.


Bornito de Sousa É pá, caro JDala, nao complica mais!!!! sistema brasileiro? Nem a Alemanha ou Holanda o aceitaram.... E logo aqui????


Jose Gama ‎Bornito de Sousa penso que nao haveria desconfianca se antes das eleicoes comecarem permitisse a fiscalizacao da base de dados, do sistema biometrico, e que no final da votacao cada partido tivesse uma copia das actas como aconteceu com o MDM no Zimbabue. Ja agora que erro veem em nao permitir que se fiscalize a base de dados antes do voto e de nao darem copia das actas aoos delegados dos respectivos partidos que se encontrarem na assembleia de votos?

Bornito de Sousa Sobre a divulgação dos resultados, é uma proposta, caro JG. A opção do Projecto em discussão tem em conta que as ELEICOES sao nacionais e nao Provinciais.


Orlando da Cruz eu penso que esta ser um bom exercicio este que o Jose Gama esta aqui a fazer com o dr. Bornito


JJ: Toronto/Canada - Quando o Dr. Bornito diz "nosso" problema não é de segurança. É de confiança". Aproveito esta deixa para acrescentar outro ponto: "Partidarização da CNE" não acha ser o problema primário que a sociedade civil e oposição tem clamado?


Bornito de Sousa Caro JJ, o que a nova lei eleitoral pretende fazer é exactamente o contrário. A despartidarizacao da CNE.


JJ: Toronto/Canada - Se a oposição não regressar aos debates sobre o Pacote Legislativo Eleitoral, o que acontecerá exactamente. Serão canceladas as eleições ou o MPLA concorrerá isoladamente?


Bornito de Sousa Caro JJ, os debates sobre o Pacote eleitoral estão em curso no Parlamento. Figas!!!!! Nao deite mau agoiro no trabalho em curso. Sejamos positivos....


Jose Gama ‎Bornito de Sousa, acho que nao percebeu-me. Em 2008, foi Luanda que divulgou os resultados de cada provincia. A minha questao e' porque a proposta do MPLA nao quer o oposto. ao inves de ser o cenario de 2008, seria cada provincia lancar o seu resultado, e automaticamente ficaria a se saber dos resultados na hora ou no mersmo dia como acontece nos outros paises.


Orlando da Cruz queri começar por concordar com o Jose Dala, quando fala da observaçao da comunidade internacional dando-se maior credibilidade a UE e nao aos observadores da UA ou msm ate das NU. será que os africanos tem tb observado eleiçoes nos paises da comunidade europeia ou msm nos EUA?


Jose Gama Disse a dias ao corpo diplomático em Luanda que o artigo 107 se refere ao CNE Independente após aprovação da “lei” ao qual disse que tal lei ainda não existe e que o MAT não esta a violar a constituição. Eu gostava de ficar esclarecido: neste caso o MAT esta a trabalhar com a lei eleitoral passada? A entrada em vigor da nova constituição não anularia o efeito da lei eleitoral passada?


Bornito de Sousa Entendi bem caro JG. O que o Projecto prevê é que o resultado de cada Mesa de Voto é aí publicado. As actas de cada mesa de voto sao enviadas para o Município que, ao mesmo tempo que as remete a Provincia, envia também directamente a CNE.


Bornito de Sousa Qual é o problema da fiscalização da base de dados, caro JG? E só definirem os elementos pretendidos e a responsabilidade Executivo/CNE na partilha e acesso aos dados nos termos da lei competente.


Orlando da Cruz JG sim o Dr disse mas ai vem a pergunta para quando darmos credibilidade nas insttiuições africanas de caracter regional ou ainda linguistico e outros?. sou uma pessoa muito atenta quando se trata de eleiçoes no velho continente nao sei se a UA tem enviado observadores? houve na america nao sei se havia observadores internacionais? ate qndo africa terá a sua propria confiança. será isso um neo colonialismo?


Bornito de Sousa Quanto à copia das Actas a lei prevê colocar a disposição dos Partidos observadores. Isso nao é bastante? A questão é apenas de ordem pratica. Se numa Mesa com dois Partidos a observarem seria fácil resolver, se houver 10, 20 Partidos...


Jose Gama ‎Bornito de Sousa, como disse que o problema nao era de seguranca mais se de confianca, entao perguntei se no sentido de anuviar tais desconfiancas se nao era melhor permitir aos outros fiscalizar a base de dados para dar garantias aos outros que nao houve alteracao ou algo que influencia-se os resultados eleitorais...


Bornito de Sousa Mas também nao há crise, caro JG. Coloca-se um gerador e um fotocopiadora em cada uma das 5.000/18.000 mesas de voto e o problema fica resolvido....


Jose Gama ‎Bornito de Sousa, Como seria esta disposicao? eles terem copia ou ficarem com as actas no momento da votacao e ao fim do acto entregarem/devolverem a CNE?


Jose Gama ‎Bornito de Sousa, fora de colocar os geradores, a propria CNE poderia dar as copias nao?


Jose Dala Quanto aos Observadores. porque que quando falamos da comunidade internacional como observadores falamos com maior realce da UE, tirando Crediblidade a União Africana? a UE do meu ponto de vista nao devia ter mais crediblidade que a UA tendo enconta que nos os africanos precisamos Acreiditar mais em nos, pois se o assunto e currupçao a UE esta muito vulneravel....


Jose Gama ‎Bornito de Sousa No Zimbabue o MDM teve acesso as actas e nao foi necessario terem de levar maquinas de fotocopias e geradores nas assembleias


Bornito de Sousa Estou de acordo consigo, caro JG, quanto a questão dos observadores eleitorais. Eu vou ainda mais longe: deveríamos dar mesmo mais credebilidade aos observadores nacionais, aos próprios angolanos!!!!!!


Orlando da Cruz Dr. Bornito de Sousa como esta a ser salvaguardado a questao dos detidos ou reclusos que ainda tendo uma condenção e tenham a sua liberdade em vesperas das eleiçoes caso estes nao façam a reconfirmação do registo eleitoral?


Jose Gama Questao dos observadores para mim e' indeferentes. eles nao participam na contagem dos votos ou participam? Pelo que sei estao para observar se o processo decorreu de forma pacifica. Eles tem limites na observacao.


Orlando da Cruz cocncordo com o dr. porque afinal quem vai dar credibilidade a este acto somos nós os angolanos


Bornito de Sousa Lei eleitoral passada? Nao. Lei eleitoral em vigor, presente. A lei eleitoral que vier a ser aprovada nao terá efeitos retroactivos. Vigorara a partir da sua publicacao ou data que vier a ser estabelecida. Essa é a regra no direito...


JJ: Toronto/Canada "os debates sobre o Pacote eleitoral estão em curso no Parlamento." Como assim. A oposição abandonou o debate do pacote, e no mesmo dia o único que permaneceu na sala foi o Quintino de Moreira. Assim sendo quando será aprovado o pacote já que afirma que os debates sobre o Pacote eleitoral estão em curso no Parlamento?


Bornito de Sousa Para informação, Angola esteve a observar ELEICOES no Brasil, em Portugal e agora em Espanha, para citar alguns...


Orlando da Cruz ok


Bornito de Sousa Ainda sobre as Actas, nao é "fora os geradores". Ou se colocam geradores nas 5.000/18.000 Assembleias/Mesas de voto ou a alternativa é fazer a Acta a mao. E reproduzir a mao um número elevado de Actas é difícil. Mas estou de acordo com a preocupação e se é possível encontrar um solução praticável, seria importante...


Jose Gama Logo que se aprove o pacote eleitoral o MAT passaria todo trabalho que esta a fazer ao CNE-I? Que diferença teríamos se o MAT aguardasse pela aprovação do pacote eleitoral permitindo o CNE exercer o seu papel conforme o artigo 107?


Bornito de Sousa Caro JG, sobre a fiscalização da Base de Dados agrdc ler o meu post anterior sobre o assunto. Já esta respondido...


Jose Gama ‎Bornito de Sousa Ha soluacao quanto as actas. o MDM no Zimbabue conseguiu e nao foi necessario gerador.


Vladimir Ndala Honestamente eu nao fiquei muito contente com as suas explicaçoes, mas sr Ministro eu dou_lhe os meus parabens por participar do debate e se aproximar da populaçao que é o que voces dizem ser o vosso foco de governaçao, eu nao esperava isso... de alguem de um regime fechado como o vosso mas o sr Ministro me surpriendeu, os meus sinceros parabens e espero que nao seje a primeira e nem a ultima vez a dar cara nesse grande mundo de internautas.

JJ: Toronto/Canada - As instituições a volta da CNE são lideradas por figuras do MPLA. O mesmo aconteceu com os líderes da CNE. Temos o MAT como outro exemplo. Fica difícil ver a a sua despartidarização quando os órgãos com responsabilidades acrescidas na organização das eleições continuam associados ao MPLA


Bornito de Sousa O caro JJ esta a referir-se a composição actual da CNE. Acredito que nao conhece o projecto em debate no Parlamento...


Bornito de Sousa PODEMOS ENCERRAR as 00:15???????


Orlando da Cruz quero apenas mais uma vez parabenizar o dr. Bornito de Sousa pelo facto de se desponibilizar pra este papo aqi no fb, e tambem ao Jose Gama pela iniciativa.


Bornito de Sousa Caro JG, conforme o artigo 107 da Constituição? O que diz esse artigo????


Jose Gama Cito o artigo 107: “os processos eleitorais são organizados por órgãos de administração eleitoral independentes, cuja estrutura, funcionamento, composição e competências são definidos por lei .”: agora pergunto se após a aprovação da const...ituição o 107 foi claro porque o MAT acolhe um vice ministro para questões eleitorais e uma direção para as eleições? Não é um sinal que executivo iria mesmo realizar o processo eleitoral usurpando competências da administração eleitoral independente? Neste caso podemos concluir que a oposição não estava errada em retirar-se recentemente do acto do votação para obrigar o MPLA a respeitar o artigo em causa?


Jose Gama Last one!!!


JJ: Toronto/Canada - Antes transcrevo a intervenção do amigo Vladimir Ndala quando parabeniza o Sr. ministro e a abertura democrática Assim pergunto, será que a população terá a honra de testemunhar o candidato do MPLA que se assume ser o Sr. Eduardo dos santos a debater em directo na TV durante as eleições?


Bornito de Sousa Quanto ao debate na TV, caro JJ, tenha serenidade. A seu tempo, e nao distante, o Partido que preside a entidade que referiu colocara as suas cartas sobre a mesa. Geralmente os Estados Maiores de campanha definem e acertam as regras de campanha eleitoral. A seu tempo terá as respostas...

 

Sampaio Liberdade Sr Ministro que enquadramento legal faz da antecipacao do voto dos militares (1 dia antes do dia da votacao)proposto pelo MPLA?....a pouco li num comentario de vossa excelencia a falar de confianca..sera que esta proposta tem que ver com desconfiancas ja a pensar na eventualidade de uma crise pos eleitoral(diabo que seja surdo)?


Bornito de Sousa Caro Sampaio, se leu bem a proposta, nao se trata apenas dos militares. Mas essa nao me parece uma questão de vida ou de morte.... É uma solução utilizada no direito comparado, na medida em que certas unidades militares (nao todos os militares) e policiais devem ficar de prevenção e alerta máxima no dia das ELEICOES, nao va o diabo tece-las, como diz. E nao só aqui em Angola...


Bornito de Sousa O Caro JG insiste nas Actas mas compara com o Zimbabwe referindo uma única copia para um único partido. Mas em Angola, se estiverem 20 partidos numa Assembleia de Voto como fazer?????


Jose Gama Ok, podemos encerrar as 00:15 e retomar qdo haver chance


Jose Gama ‎Bornito de Sousa, a questao das copias actas nao se coloca assim. Mesmo que se forem 100 partidos havera sempre solucao. O proprio CNE pode fazer copia e dar a cada partido. Pode-se tambem entregar a cada partido copia do ficheiro electronico (agora base de dados),nao pode? Pergunto isso para deluirmos a questao de falta de confianca dos partidos da oposicao.


Bornito de Sousa Caro Ndala, de modo algum me pretendo o dono de toda a razão. Este é um debate. E da discussão (no bom sentido) se faz luz... Nao necessita pois de estar de acordo comigo em tudo. E isso nao nos deve afastar nem dividir, de modo algum...


Bornito de Sousa Caro JG, quanto ao artigo 107 estamos entendidos: remete para lei. Lei essa que esta a ser elaborada neste momento (ainda nao esta em vigor).


Bornito de Sousa Quanto ao Vice-Ministro para questões eleitorais e institucionais, qual o problema? Nao existe o Ministro dos Assuntos Parlamentares? Ele substitui o Parlamento?


Jose Gama Toco da questão de confiança porque em 2008, o director das tecnologias e informação do CNE foi dois meses antes das eleições substituído por um engenheiro da Casa Militar, o Brig. Rogério e esta mudança estranha deu azo a desconfianças. Por isso pergunto em que condições estariam disposto a permitir a oposição a fiscalizar a base de dados e ter uma copia dela ao longo do processo?

 
Jose Gama ‎Bornito de Sousa sao coisas diferentes. desta forma podemos baralhar os leitores, qto a questao/comparacao do ministro dos assuntos parlamentares e vice do MAT para os assuntos parlamentares. tem competencias diferentes, nao? logo nao se podemos compara-los, retifica-me se tiver errado


Bornito de Sousa Edite também o Ministerio da Justiça, o que nao impede a existência dos Tribunais. Sao mecanismos de coordenação institucional.


Bornito de Sousa Edite também o Ministerio da Justiça, o que nao impede a existência dos Tribunais. Sao mecanismos de coordenação institucional.


Observador Independente Jose Gama, podias , logo ao começo ter assumido que não aceitas esta Constituição, e assunto arrumado.


Jose Gama E porque a direccao de eleicoes no MAT? e nao no CNE como era antes, ao tempo do Onofre?


Observador Independente Só show off.


Bornito de Sousa Para fechar, há pouco o meu mural ficou "blank". Terá sido o SINFO do JG????? ahahahahahahahahah


Observador Independente ahahahahahahhaha


Bornito de Sousa Um abraço amigo a todos e um bom dia (afinal já é quase madrugada!!!!!)
 

Jose Gama Deve ter sido Brinde!!
 

Observador Independente Igualmente , BS.
 

Bornito de Sousa Um abrss JG. Mas finalizo só com alguns esclarecimentos de posts que apenas agora abri. A DNEL do MAT nao tem absolutamente nada a ver com a condução do processo eleitoral. Fique claro que isso é responsabilidade da CNE.
 

Jose Gama Obrigado pela participacao que muito nos honrou!
 

Bornito de Sousa A CNE organiza-se como melhor lhe aprouver, nos termos da lei.
 

Observador Independente E um pequeno comentário do Observador Independente :
José Gama, escreves muito melhor que o Marcolino, mas mesmo assim para quem frequentou a melhor terceira faculdade de África como te gabas,, e escreve " ..Jose Gama Disse a dias ao corpo diplomático" , terá que tomar algo para a gabarolice avulso.
HA do verbo HAVER. Assim seria " Disse há dias ao corpo diplomático".
 

Bornito de Sousa O JG insiste na Base de Dados. Referi atras que nao há problemas. Basta definir os termos de referencia da fiscalização e a repartição de responsabilidades Executivo vs CNE na custodia de dados, tendo em conta a legislação pertinente. Agora, distribuir por aí dados pessoais dos cidadãos exige maior responsabilidade e ponderação dos termos...
 

Vladimir Ndala ok sr Ministro concordo consigo, nao lhe vou dar a mina apiniao porque ja passamos das 0h mas amanha se estiver em linha dou-lhe o meu parecer, mas é como digo ainda assim me sinto surpriendido pela vossa abertura e sendo repetitivo volto a... felissitar-lo pela pela vossa dispunibilidade, tendo em conta a grande distancia que existe entre nos classe governada e os nossos governantes, proximidade essa que nois so vemos em epoca de eleicoes, ainda bem que nao é esse o caso do sr Ministro, mais uma vez o meu muito obrigado pela atensao. há 15 horas •  1A carregar...
 

Bornito de Sousa Agora, sim, fuiiiiiiiiiiiiiii


Toylondres Vicente Debate interesante. Pena que cheguei tarde.


Líder Inês Africana Tinha de haver um debate mesmo (frente a frente) entre o executivo e a oposicao sobre todas as questoes eleitorais. Essa seria a maneira mais eficaz de tirarmos todas as duvidas. Aqui lemos a versao do executivo, e no club-k acabei de ler a... versao da UNITA (sergio podes ler esta versao no mural da Activista Activa). Muitas questoes persiste para aclarar as duvidas e lo Jose Gama esqueceu de fazer a seguinte pergunta:
O Ministro Bornito de Sousa deu exemplos de outros países em que diferentes orgaos do governo tratam por exemplo, da logistica eleitoral e de outros aspectos que teem a ver com o processo eleitoral. Estes países sao de certeza países democraticos e com instituiçcoes verdadeiramente independentes nao eh verdade senhor Ministro? No caso de Angola onde ateh durante o julgamento dos manifestantes de 3 de setembro pudemos ver que nao temos um sistema de justiça sério e apartidario e portanto independente no país, e que muitas instituiçcoes sao dependdentes de ordens supoeriores. Tudo isso e muito mais que temos visto, nos colocam duvidas sobre a credibilidade deste executivo dirigido a 32 anos pela mesma pessoa que no olhar de muitos angolanos ja perdeu a credibilidade. Que garantias da o senhor ministro de total seriedade neste processo que na opiniao da maioria de nós deveria mesmo ser orientado por um orgao independente?Ver maishá 11 horas •  2Jose Gama e Ngola Yetu Simao gostam disto.há 11 horas •  ose Gama e Ngola Yetu Simao gostam disto.


Francisco Pedro ‎" Não haverá dedos cortados", afirmação de António Muachilela, locutor, apresentador, durante o Jornal da Meia Noite da Rádio Nacional, no dia 23 de Novembro, comentando no fim da notícia, as palavras do Excelentíssimo Ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa. Terminou a apresentação, desejando à todos os ouvintes da Nacional, um abraço no tamanho do mundo. Só mesmo o homem da Nhareia.


Sérgio Conceição ‎João Carlos Carranca...este vai direitinho.


Sérgio Conceição  Tenho acompanhado este processo de forma serena e tranquila e inclusive estou a preparar este tema juntamente com o da Constituição para a minha dissertação de Mestrado.


O que posso dizer é que as tuas perguntas em ce...rta parte faz algum sentido e que só é realmente possíveis ter sistemas funcionais se realmente existam instituições que funcionem democraticamente.
Tenho lido todas as versões inclusive a proposta da UNITA, do MPLA, do PRS e de outros fazedores de opiniões cá do sitio e a verdade é uma: elas se aproximam muito e se distanciam muito. (confuso não é? mas é a verdade)
Estou a criar a minha opinião sobre todo este processo e também tenho estado a fazer comparações com os outros sistemas e ou instituições em redor do mundo que trabalham na questão da logística e das eleições propriamente e os resultados não fogem muito daquilo que já estava a espera mas que só poderei divulgar a posterior.
Inês, tem havido debate frente a frente entre o Executivo e a Oposição.há 8 horas


Sérgio Calundungo parabems senhor Ministro pelo facto de ter animado o debate acerca do processo eleitoral com diferentes actores, esta predisposiçao para o debate a volta de um tema como este é muito importante para a nossa sociedade. Resta desejar que os o...rgaos públicos de informaçao se sintam encorajados a promover o debate mesmo que contraditório a volta destas questoes, mas registro aqui a minha grande satisfaçao pela predisposiçao do MAT em dialogar com os diferentes actores acerca do processo eleitoral


Ngola Yetu Simao esses vao arrumar um outro makabro para justificar a victoria, seria mesmo ideal um debate frente -frente para que o nosso povo comprova se a capacidade de cada um


Antunes Chissimo Estamos a caminhar rumo a um pais realmente democratico. há cerca de uma hora



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: