Luanda - O Ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, orgulha-se em ser um empresário que investe dentro do país e critica aqueles que o fazem no estrangeiro. Kundy Paihama manifestou esta posição ao NJ à margem da inauguração do restaurante e casino de Viana, do qual se assume como um dos proprietários deste empreendimento orçado em 3,5 milhões de dólares, ligado ao grupo empresarial Casinos de Angola.


Fonte: Novo Jornal

Sócio estrangeiro se encontra foragido

“Todo o mundo já especulou e disse várias coisas mas eu sou parte desta empresa e para não estar ouvir especulações dei a cara. Faço tudo com suor por isso vim com muito gosto”, disse.


Segundo Kundy Paihama, o segredo do negócio é calar a boca. “Há tempos disse que comprei um relógio de 50 mil dólares e agora é manchete toda a vida. Não posso comprar o que gosto porquê?”.


No grupo empresarial Casinos de Angola, o governante participa na sociedade de forma paritária, juntamente com um sócio estrangeiro que se encontra foragido e promete num futuro próximo acertar contas para assumir parte maioritária do negócio.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: