Luanda - Os temas "O mundo após a crise, perigos, desafios e oportunidades para as economias emergentes e em desenvolvimento" e "As parcerias empresariais como instrumento de promoção do crescimento e do desenvolvimento económico" figuram no leque de actividades a serem desenvolvidas pelo sub-comité de economia do Grupo de Líderes Empresarias de Angola (Lide).
 

Fonte: Angop


ImageO facto foi dado a conhecer nesta quinta-feira, em Luanda, pelo presidente do sub-comité de economia, Aguinaldo Jaime, durante a cerimónia de apresentação do calendário e estratégias das actividades a serem desenvolvidas pelo grupo durante este ano.
 

"Angola, agenda da estabilidade económica para a agenda do desenvolvimento sustentado" consta igualmente do leque de temas económicos.
 

“Estamos a viver tempos económicos muito difíceis, tempos em que a palavra crise, desemprego e recessão invadem todos os dias as nossas casas através dos noticiários em toda a parte do mundo”, disse Aguinaldo Jaime.

 
Esses tempos exigem respostas prontas e actuantes, e é isto que o sub-comité de economia pretende dar a todos, sustentou.

 
Ana Maria de Oliveira do sub-comité do Turismo, depois de fazer uma incursão sobre as potencialidades turísticas que Angola oferece, disse que a área que dirige vai durante este ano apresentar um debate sobre as potencialidades turísticas de Angola.
 

Segundo afirmou, a discussão do tema servirá para colocar um desafio ao empresariado da área no sentido de demonstrar aquilo que são as potencialidades de Angola
 

Já o sub-comité de sustentabilidade pretende abordar o tema relativo a cidades verdes e oportunidades e prioridades.
 

De acordo com Francisco Simão, este vai englobar a sustentabilidade das empresas e das comunidades.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: