COMUNICADO DE IMPRENSA

Luanda - É com bastante preocupação que o Secretariado do Comité Nacional da JURA, tomou conhecimento do acto sanguinário, irracional, anti-patriótico e belicista perpetrado pelas milícias ao serviço do MPLA, as 20 horas do dia 22 de Maio de 2012, no Bairro Nelito Soares por detrás do Seminário dos Frades Menores Capuchinhos.


O Secretariado do Comité Nacional em representação de toda massa militante e da juventude em geral, repudia categoricamente e nos termos mais enérgicos a barbaridade perpetrada pelo Exercito particular do regime que desgoverna Angola com o intuito de silenciar as vozes que clamam pela mudança.


Nesta hora difícil, mas dialecticamente estimulante, o Secretariado do Comité Nacional, presta a total e incondicional solidariedade às vitimas e encoraja –as a prosseguir na senda de libertar Angola da ditadura!


Outrossim, preocupa-se com o silêncio da Policia ante um acto de tamanha irresponsabilidade perpetrado por aqueles que toldados por vapores etílicos e outras substâncias psicotrópicas, massacram indiscriminadamente os seus concidadãos em troca de favoritismos materiais. O Secretariado do Comité Nacional, exige que a justiça seja feita.


A luta pela liberdade e dignificação do angolano iniciou e nenhuma arma à calará, pois “não há nenhuma arma no mundo capaz de calar para sempre a vontade de um povo” DR. Jonas Savimbi.


JUVENTUDE - UNIR ANGOLA PARA MUDANÇA EM 2012
QUEM VIVE É ANGOLA
QUEM VIVE É A UNITA
QUEM VIVE É O Dr. SAMAKUVA

Luanda aos 23 de Maio de 2012
Secretariado do Comité Nacional da JURA



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: