O elenco da petrolífera angolana acomodou-se em três camarotes a si reservados e arrumados/decorados ao estilo de uma esplanada com mesas e cadeiras com vista perpendicular a pista.

Não é conhecido o interesse que tera encorajado a petrolífera angolana arrastar considerado numero de trabalhadores (com despesas de hotéis e etc) para assistir o GP Formula1 realizado numa das novas cidades daquele pais Asiático.

Fonte:  http://cabinda.skyrock.com/



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: