Luanda — A contestação aos resultados das eleições em Angola prossegue, entre alguns partidos da oposição. A CASA-CE mantêm-se firme na sua posição, André Gaspar Mendes de Carvalho, ou simplesmente "Miau", número 2 da coligação disse "ser uma frustração ter eleições sem justiça, sem transparência e sem  credibilidade".

Fonte: VOA

O Almirante "Miau" apresenta factos que comprovam o que disse. Nem mortos iríamos aceitar estas eleições. "Oito mil delegados da CASA não são credenciados, são oito mil mesas sem fiscalização, motivo suficiente para impugnar o acto", diz o Miau que junta a este rol, o comportamento da media publica".

"Quem é que não viu a televisão, a rádio e o Jornal de Angola a favorecer o MPLA", assim diz o número dois da lista da coligação, acrescentando que "é difícil aceitar os resultados. O que pode haver é a conformação, mas aceitar os resultados nem mesmo morto", diz.

A CASA-CE vai mesmo apresentar denuncia de impugnação ao Tribunal Constitucional. "Se a nossa reclamação não for aceite pela CNE, dependente da resposta da Comissão Eleitoral nós vamos ter que ir ao Tribunal Constitucional"

O almirante "Miau" voltou a manifestar o seu descrédito, em relação à direcção deste país, com MPLA à testa. "Eu não acredito nesta direcção, foi por isso que eu sai, para poder combater o que vai mal".



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: